Portugal visto do Brasil...

A Polícia Federal apreendeu nesta quinta-feira no Rio de Janeiro cerca de duas toneladas de cocaína embalada dentro de peças de carne congelada. O destino final do carregamento, já acondicionado em contentores, era Portugal. Apontado como o chefe do esquema, o "empresário" português António dos Santos Dâmaso, foi detido no mesmo dia no Barrashopping, na Barra da Tijuca, juntamente com dois outros suspeitos.

É impressionante a frequência com que o nome de Portugal, país moderno e europeu, tem aparecido nos últimos tempos ligado aos mais diversos esquemas manhosos que pipocam por aqui, sejam eles de corrupção política, financiamento ilegal de partidos ou tráfico pesado de droga.

A diferença é que no Brasil, país de terceiro mundo, imprensa e autoridades concorrem na denúncia e investigação. No Portugal europeu, imprensa e autoridades são cúmplices na preguiça e na ocultação, e isto apenas quando não são parte do próprio esquema.

in Gândavo

Publicado por Manuel 17:48:00  

8 Comments:

  1. Anónimo said...
    O que acontece com droga e Portugal é o que se passa diariamente noutros países. Nós é que temos a mania que tudo quanto é mau só acontece com ou em Portugal.
    GS said...
    Não é essa questão. O que diferencia Portugal, país que se tem em alta conta, de outros países, incluíndo alguns vistos como atrasados, é a inércia (ou a cumplicidade, o que é muito pior)de quem deveria estar vigilante.
    GS said...
    Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
    GS said...
    ...e enquanto isso, desde que vá havendo crédito para as férias em cancun e para trocar de carro de 2 em 2 anos, prosseguimos, cantando e rindo.
    Fernando Oliveira Martins said...
    E, já agora, quem é este "empresário" português António dos Santos Dâmaso...?
    Anónimo said...
    Este caso oferece-me algumas duvidas:
    1- será que era habitual este esquema? 2- o que é que acontecia à carne importada? era consumida por nós depois de retirada a droga? a proximidade da droga tantos dias não tem consequencias sobre a qualidade da carne?
    3- Em Portugal, o tal empresário trabalhava sozinho? como é que se fazia a distribuição? muitas questões sem resposta... Porque é que não se aproveitou para descobrir o grosso do circuito em Portugal? seria muito dificil?
    Anónimo said...
    Belo post!
    como dizia o Taveira, "é todo! tooodo lá dentro!"
    Anónimo said...
    ...isto não passa de 1 grande cilada,devem ter algo contra os homens e armaram isto,ainda não se cansaram de acusa-los mas provar que é importante não é com eles, com isto tudo tão os homens presos...(e como devem ser as prisões brasileiras!?)

Post a Comment