A militância laico-jacobina

Não é de agora a ideia de que a jacobinagem laica má como as cobras quer calar a Igreja Católica (IC) e "bani-la do espaço público"- crónica da Câncio, no DN.
Claro que não é de agora. Tem pelo menos cem anos, por cá. Vai comemorá-los em breve, com pompa e circunstância, com organização paga por todos e dirigida pelos mais preclaros jacobinos.
Não obstante, a tradição e o costume, esses entraves ao progresso, teimam em não desaparecer de cena. Em lugares e circunstâncias, por vezes inusitados...

Publicado por josé 11:16:00  

5 Comments:

  1. zazie said...
    Pois é. E é bom que haja Josés a lembra-lo a estas palonças
    lusitânea said...
    A Câncio ainda vai tricar alguma coisa mole do nosso 1º, como vingança...
    Tino said...
    Tem pouco haver com o assunto, mas tem a ver com religião.

    Olhem bem para a crença religiosa destes aqui, segundo notícia do El Pais:

    «Sus miembros creen que un hombre debe tener por lo menos tres esposas a fin de ascender al cielo. Por su parte, a las mujeres se les enseña que el camino al cielo depende de la sumisión hacia el marido.»

    A primeira parte da crença até é interessante.

    Mas enfim, descambou para o pior e o chefe religioso está na cadeia

    http://www.elpais.com/articulo/sociedad/policia/Tejas/libera/52/ninas/secta/poligamica/presuntos/abusos/elpepusoc/20080405elpepusoc_2/Tes
    Gomorra said...
    Para quem gosta de testemunhos de pedofilia na Net, leia e divulgue...
    Já prescreveu...

    http://asvicentinasdebraganza.blogspot.com/2008/04/quando-uns-despertam-j-noite-ia.html#links
    RockyBalbino said...
    Este comentário foi removido pelo autor.

Post a Comment