Bastonadas


José Miguel Júdice, o advogado ubíquo nos media, deu hoje, outra vez, um ar de sua graça, ao qualificar o bastonário que o precedeu, na Ordem, Rogério Alves e ainda o recém eleito, Marinho e Pinto. Ao Diário de Notícias de hoje, disse:

"Se o mandato de Rogério Alves foi uma tragédia, o de Marinho Pinto será uma tragédia ao quadrado."

A polémica com Rogério Alves, começou quando Júdice admitiu, ao Jornal de Negócios, que o Estado deveria consultar as três principais sociedades de advogados - entre elas a sua, PLMJ - nos grandes negócios. Rogério Alves, por causa disso, accionou o ex-bastonário e em Julho de 2006, realizou-se o julgamento na Ordem dos Advogados, em que Júdice foi condenado e revelou que nunca mais voltaria à Ordem.

No entanto, não recorreu par os tribunais comuns. Prefere as bastonadas, na imprensa.

Publicado por josé 22:58:00  

1 Comment:

  1. bia said...
    Prefere as bastonadas deploráveis, diga-se.

Post a Comment