induções.

José Miguel Júdice disse à pouco em directo na RTP 1 que as escutas telefónicas são uma nova forma de tortura (!) porque obrigam (os escutados) a revelar algo que não queriam e desejavam. Logo a seguir um 'criminologista' vem dizer que a polícia científica do futuro dispensará confissões porque 'deslindará' tudo, sem precisar da 'cooperação' mais ou menos voluntária dos envolvidos. Em suma, e por transitividade, a polícia científica do futuro só dependerá da... tortura. Júdice dixit.

Publicado por Manuel 22:57:00  

1 Comment:

  1. Luis said...
    Hahaha...que divertido. Mas o problema resolve-se bem. É só a PJ avisar os candidatos a escutados de que vão passar a ser escutados e assim eles só revelam o que querem e o que desejam. Fica completamente resolvido o problema da "tortura".

Post a Comment