Que seja bem-vindo este Xaile


É raro, mas por vezes acontece: quando menos se espera, surge assim um som refrescante, vindo do desconhecido, e que entra directamente para a lista restrita das coisas muito, muito especiais.

Este «Xaile» é, sem dúvida, a melhor surpresa da música portuguesa nos últimos tempos largos. Um som de grande qualidade, mistura fina de música tradicional portuguesa, de recolha aturada e de bom gosto, com motivos sofisticados de jazz, folk e um certo tom místico pelo meio.

Parecem ingredientes a mais, mas a verdade é que, juntos, dão um produto mágico. Vale mesmo a pena ouvir este trabalho de lançamento de um grupo que, espero, venha a ser, muito em breve, um dos mais ouvidos e apreciados da música portuguesa.

A juntar à qualidade musical (mérito, sobretudo, de Rui Filipe e Johnny Galvão, os fundadores da banda), é delicioso apreciar a beleza estética das três protagonistas, diferentes entre elas mas harmoniosas como conjunto: Marie (a loura), Lília (a ruiva, vocalista principal) e Bia (a morena, que toca magistralmente cavaquinho e tem uma voz gaiata que dá ao tema «Haja Saúde» um lado especialmente divertido).

O resto terá que ser julgado por cada um. Eu, por mim, estou rendido.

Publicado por André 23:40:00  

1 Comment:

  1. Baltazar said...
    tens razão é de facto surpreendente

Post a Comment