Dor de cotovelo

Pronto. Era fatal e já estava previsto. Sob o nome rebuscado e eufemístico de “inveja”, volta a cacetada aos blogs recalcitrantes de críticas e de maledicência.

A explicação simples e afinal à vista de todos, para o fenómeno espúrio da licenciosidade e da libertinagem nos blogs que criticam áspera e livremente o que lhes dá na gana, reside…na inveja.

“os ciúmes, a schadenfreude, o ressentimento, a malevolência, a inveja socializada, o desejo de fazer mal ao Outro, etc., etc” ganham letra de corpo nos blogs, como “intensa e endémica forma de vida” .

O modo Abrupto de ver estas coisas, reduz-se a uma perspectiva manhosa, de pretender entender os outros pelas fábulas de Esopo e afins, citando geralmente as que aludem a vícios e esquecendo as das virtudes, como a Justiça por exemplo.

Esopo, porém, não pensou na inveja quando contou esta história que segue.

Um Asno e uma Raposa fizeram um acordo de protecção contra os perigos da floresta que se aproximava.
Ao entrarem num sítio mais esconso, encontraram um Leão.

A Raposa, apercebendo-se do perigo , aproximou-se do Leão, negociando logo com o rei dos animais, a captura do Asno, se o Leão desse a palavra de honra que não lhe faria mal.

O leão aceitou os termos do acrodo e a Raposa, atraiu o Asno a uma gruta, convencendo-o a entrar para se proteger.

Então, o Leão, vendo que o Asno, já estava seguro, agarrou imediatamente na Raposa e limpou-lhe o sebo ali mesmo. O Asno ficou para mais tarde…

Publicado por josé 09:52:00  

5 Comments:

  1. MARIA said...
    Que delícia de texto. É verdade, chega sempre a vez do "Asno".
    Porém da abrupta história com que se bloga " os blogs e sua vergonha", dir-se-á, ainda que não abruptamente, que a respeito de "inveja" ou "dor de cotovelo" fala sempre melhor quem sabe ... não é ?!...
    Jack . said...
    Sobre este “post”, apenas me apetece transcrever aqui uma chamada telefónica. Não há qualquer tipo de problema porque a mesma não pertence ao Apito Dourado, nem está em segredo de justiça, ou seja, é do domínio público. Se estiver em consonância com os parâmetros censórios do Abrupto e do Causa Nossa, o José faça o favor de eliminar o comentário não vá o diabo tecê-las.

    Se tem problemas de saúde mental marque a Linha Aberta – Internet Maluca do Instituto de Saúde Mental, a companhia certa nos seus momentos de maior loucura:

    - Se é obsessivo compulsivo carregue na tecla 1.
    - Se é co-dependente, peça a alguém para carregar por si na tecla 2.
    - Se tem múltiplas personalidades, carregue nas teclas 3, 4, 5 e 6.
    - Se é paranóico, nós sabemos quem você é, o que você faz e o que pretende fazer, é só aguardar em linha para conseguirmos efectuar a sua localização.
    - Se sofre de alucinações carregue na tecla do telefone gigante que só você consegue ver.
    - Se é esquizofrénico escute atentamente o seu interior e uma voz lhe indicará o número da tecla que deve pressionar.
    - Se você é depressivo, não importa que número escolhe porque nada nem ninguém o vai tirar dessa situação.
    - Porém, se votou no Sócrates não temos qualquer solução para si nem para o seu caso. Desligue e espere até ao início de 2009. Aqui atendemos loucos e não imbecis. Obrigado.
    MARIA said...
    Caríssimo Jack,
    Esqueceu uma tecla :
    para os "arrependidos" , a mensagem é - desligue o telefone e use a parede imediatamente de fronte dele.
    Com jeito. O propósito não é que se magoe.
    Apenas que , para a próxima, aprenda a usar a cabeça...
    Jack . said...
    É verdade Maria, se o arrependimento matasse, tenho uma leve impressão que haveria mais mortes neste país, agora, que no tempo da peste negra.
    MARIA said...
    Ui, de facto ...
    Em qualquer circunstância , ajuda manter o sentido de humor.
    Teve imensa graça no seu comentário, não obstante a seriedade do tema .Parabéns.

Post a Comment