Com perdão


O senhor Lewis Lambreta Libby (à direita na foto), acaba de se safar de ir parar com os costados à cadeia, durante dois anos e meio. O crime pelo qual fora condenado em tal pena, de perjúrio e obstrução à justiça americana, ocorrera no decurso de uma investigação acerca de quem teria exposto publicamente o nome de uma agente da CIA ( Valerie Plame), mulher de um diplomata ( Joseph Wilson) , tornado persona non grata da Administração americana.

O presidente George W. Bush, comutou-lhe a pena de prisão de trinta meses, consequência de veredicto de um tribunal de júri. Manteve-se a multa e a "probation".
Justificação? Achou-a excessiva. A foto, porém, tem uma resposta mais expressiva.

Publicado por josé 00:19:00  

2 Comments:

  1. Narcisista said...
    Oh, surpresa!!!
    Sofia Bochmann said...
    Quem diria...

    http://cafepuroarabica.blogspot.com/2007/07/luta-entre-irmos.html

Post a Comment