Por falar em Maçonaria

Eu sempre tive a certeza de que o facto de o meu Pai pertencer à maçonaria era uma perda de tempo e de energia. Do meu pai, dos meus amigos que lá tenho, aqueles, que acreditam mesmo naquilo. Há desde seguranças a ministros, sim. Nas duas obediências.E como eu não faço parte de coisa nenhuma, hoje apetece-me fazer uma adenda ao artigo em questão. Sob a forma de carte postale, dirigida aos dois estimados jornalistas que "por mero acaso" escreveram a peça.

" Caros Fernando Esteves e António José Vilela,

Greetings aqui da filha do "Anes"! Devem ter tido um dia em cheio, aposto que pensam isso, claro. O que eu gostava era de saber porque não fizeram também uma parte dedicada à maçonaria na imprensa? Não vos deu jeito? Olhem que os vossos manos do Bairro Alto não estão lá muito contentes convosco- sim, sim, estes dois senhores pertencem ao Gol. Estupefactos?- E já agora? A loja que há três anos- ainda estava o ambicioso Esteves no Independente- pretendiam fundar por ideia do Dr. Ventura Martins só para jornalistas e malta da imprensa para comandar tudo, sempre andou ou só fazem os dois trabalhos encomendados , assim,tipo coisas pontuais? É que dizem por aí, que foi graças a dois ressabiados que foram postos na rua da GL e que não foram aceites no Gol, juraram a pés juntos vingarem-se das duas obediências, qual momento de histeria da Floribella. Se não me falha a memória, tal momento de raiva terá tido lugar num sitio chamado Bar do Além, onde um amostra de Narciso chamado Nandim de Carvalho e um velho gágá dono de uma editora que foi à falência- só por acaso...- e que dizem gostar de meninos e de malta de extrema direita, chamado Zé Manuel Ferreira deram mostras da sua capacidade de indigestão maçónica.Pois, então e se começássemos a despejar os nomes de manos na imprensa, correndo o risco de levianamente atingir pessoas de bem?Vou pensar no caso.Pergunto-me o que se passará hoje na cabeça de tantos jornalistas do GOL (cujos nomes prefiro omitir) e da GL que, como tantos outros manos, não acharam muita piada ao artigo?Eu não achei. Eu não sou da maçonaria.

E sou menina para vos dar com uma coluna em cima. Uma B e outra J ou no caso de um de vós talvez até prefira levar com ela noutro orificio, se me faço entender ( desculpem, mas há momentos em que é preciso ser assertivo).

Porque eu não tenho medo de dois fedelhos ambiciosos e dois velhos ressabiados.

Yours truly,Ana Anes"

Publicado por Carlos 09:50:00  

6 Comments:

  1. josé said...
    Em tempos escrevi sobre a Maçonaria e a Opus Dei. Coisa simples e sem pretensão.

    Pode ser lida aqui
    Jack . said...
    Acabei de ler o seu artigo, José. É interessante, no entanto, há coisas com as quais discordo. Quanto à Maçonoria e Opus Dei, organizações que desconheço no seu todo, nada tenho a dizer. Quanto às propostas da declaração de interesses, penso que não devemos ir por aí. Sou amante da liberdade, não me choca o desejo de anonimato dos seus membros, nem me sinto ameaçado pela sua filiação. A seguir iriamos aonde, ao comité do PC para que as suas reuniões fossem públicas? Se bem, não sendo eu dessa área política, até, em certas ocasiões, sentir o desejo de saber o que ía por lá.
    Parabéns pelo artigo.
    Jack . said...
    O artigo a que se refere a Ana Anes, foi publicado em que sítio?
    Carlos said...
    Na revista Sábado
    Jack . said...
    Obrigado, Carlos.
    seventruth said...
    Cara Ana Enes:
    Há muito que era para lhe escrever.
    Eu soube há algum tempo que o meu pai pertencia à maçonaria, não porque me tenha contado mas, por tudo (todos os sinais) que fui encontrando e ligando entre si.
    Sempre considerei que as pessoas de bem, não têm nada a esconder. O facto de dizerem que esta é uma sociedade discreta e não secreta não me convence.
    Quando li a reportagem da Sábado fiquei triste pois foi a confirmação do que suspeitava.
    É claro que cada um, tem liberdade para, pertencer ao que quer, seja um clube de futebol ou ao clube do bolinha.... Mas, fiquei triste por, saber desta forma. L
    Acho que quem escreveu a reportagem esqueceu-se de explicar o que é a maçonaria porque se perdeu a dizer mal e a fazer listagens dos membros. Não me trouxe nenhuma informação útil e demonstra o ressabiamento desta malta.... é pena...

Post a Comment