O regime podre

Em mais de 30 anos de democracia, com governos constitucionais, não me lembro de tão grande bandalheira institucional como a que vivemos por estes dias ( ou meses).
A degradação moral e autêntica corrupção a que assistimos, com assento nas mais altas instâncias do poder político, atingiu um nível tal que dificilmente arranjamos memória repetida.

A inversão de valores atingiu um patamar tão elevado que daqui para a frente, o descrédito não poupará ninguém. As instituições demitiram-se do seu dever e os poderes públicos imobilizaram-se no atavismo da estabilidade artificial.

Procuro um exemplo recente na Europa mais ocidental, recente. Só me lembro da Itália, antes do desaparecimento da Democracia Cristã. Foi aí que surgiu a operação "mãos limpas". Mas isso, foi no século passado e o nosso presente nem parece ter futuro.
Quem é que nos acode?

Publicado por josé 23:54:00  

7 Comments:

  1. gotika said...
    A inversão de valores atingiu um patamar tão elevado que daqui para a frente, o descrédito não poupará ninguém. As instituições demitiram-se do seu dever e os poderes públicos imobilizaram-se no atavismo da estabilidade artificial.


    É isso mesmo.
    Carlos Medina Ribeiro said...
    Ao chumbar, sozinho, a luta contra o enriquecimento ilícito!!, o PS escolheu uma má altura...

    *

    Já agora, o assunto merece alguns comentários que, embora pareçam demasiado avulso, acabam por ter alguma lógica:

    1 - Há algum tempo, foi notícia o facto de o crime de corrupção não aparecer inscrito nas prioridades da PJ.
    2 - O Pacto sobre a Justiça, celebrado entre o PS e o PSD, era omisso acerca da luta contra a corrupção - uma curiosidade que, na altura, não foi comentada por nenhum partido da Oposição.
    3 - No seu discurso de 5 de Outubro 2006, Cavaco Silva chamou a atenção para tanta omissão... Pouco depois, no seu discurso de tomada de posse, o novo PGR fez o mesmo.
    4 - Apesar de todos conhecermos casos de indivíduos que fazem vida de rico com salário de pobre, as propostas de João Cravinho (acerca do enriquecimento ilícito) eram apenas para os titulares de cargos públicos e políticos.
    5 - Entre as propostas chumbadas, estava a inclusão (para efeitos de declaração de bens daqueles que são obrigados a isso) das contas-à-ordem.
    6 - João Cravinho comentou, então, que o PS estava a dar a ideia, para a Sociedade, que tinha por lá gente com rabos-de-palha.
    7 - O PSD e o PCP pegaram, então (com algum atraso, não?) nas propostas de Cravinho que o PS recusou.
    8 - 40% dos autarcas que a tal são obrigados não entregaram as suas declarações de rendimentos, arriscando-se a perder os cargos que ocupam.
    9 - Ano após ano, os Tribunais de Contas e o Constitucional referem irregularidades nas contas dos partidos (da última vez sucedeu com TODOS!) - nomeadamente no que toca a explicações acerca de receitas.
    10 - Em breve, directivas europeias (daquelas que têm de ser transpostas para as legislações dos estados membros) vão obrigar Portugal a aceitar o que agora o PS rejeitou.
    Vitório Rosário Cardoso said...
    Caríssimos,

    Em tempos de crise, rezai pelos vossos filhos, que rezarei por todos vós.

    http://passaleao.blogspot.com/2007/04/em-tempos-de-crise-uma-orao-portugal-e.html

    Saudações macaenses,
    Carlos Medina Ribeiro said...
    Não sei se Lord Acton, quando sentenciou que «O poder corrompe, e o poder absoluto corrompe absolutamente», já estava a pensar em maiorias absolutas...
    Joshua said...
    A Maioria Absoluta corrompe absolutamente e enquanto os indivíduos permanecerem dormentes achando que isto não é nada com eles, não se dará aquela moralização dos costumes que urge.

    A maquilhagem, a imagem, a cara-de-pau, a mentira discursa nos 34 do Partido Sabujista, e o País contorce-se de escravidão e de injustiça.

    Já basta!
    lusitânea said...
    O 3º pilar tentou em tempos entrar na política para aplicar a lei como se fora a um vulgar cidadão.Houve cabala e tudo falhou.Só aguardo notícias acerca da decisão da indemnização.
    Portanto se isto anda podre a alguém se devem imputar responsabilidades.Sendo a lei igual para todos e não andando aser cumprida por uma parte enorme de cidadãos eleitos quem é que os TEM que meter na ORDEM?Fazendo-os cumprir as leis que eles fazem?
    Deixem-se de curvaturas de espinha, e nem que seja com o ponteiro da balança IMPONHAM A LEI.Deixem de ser cobardes!Até porque bem vistas as coisas vão ser dos princi+ais prejudicados se estourar como tudo leva a crer...
    Divididos como estão pela partidarização não vão a lado nenhum...mas por favor chorem menos e façam mais...
    vitório rosário cardoso said...
    quem quer comprar carne de 1ª qualidade é favor de me contactar...vendemos carne fresca do sudoeste asiático.Carne tenra e fresca ( ainda menores)de primeira mão, sem doenças contaminadas, algumas ainda usa fraldas....vitório é prova de qualidade. também tenho bom vinho, da terra do meu avô, loucor beirão acompanhado com o chouriço português do meu avô...ainda tenho pra vender os meus tomates, ainda virgens e frescas...acompanha de suco bem doce...pois confeço que tenho diabetes, ainda vendo em saldos bananão bem grande de de marca tiu monte, acreditam que nunca virão banana tão grande e rígida, também acompanhada de suco que é especialidade da casa...não esqueçam que também tenho chourição (dos grandes)à venda e tão boa qualidade que até se vibram...fazemos entregas ao domicílio...para terminar apresento-vos o meu chouricao de burro, directamente do meu quintal sempre de melhor qualidade, e garanto-vos quevao ficar mais espertos depois de comer chouricao de burro

    saudações

Post a Comment