O Desterrado


“Sou cristão, porém nestas condições a vida para mim é insuportável. Peço perdão a quem ofendi injustamente, mas não perdoo a quem me fez mal”
Soares dos Reis
(escrito de Soares dos Reis numa parede do seu atelier antes de se suicidar - via Ultraperiférico)

Publicado por contra-baixo 21:37:00  

6 Comments:

  1. hefastion said...
    Simon Goldhill iria adorar...
    hefastion said...
    ...enquanto que Rui Rio abomina.
    e-konoklasta said...
    Castigo: ponham o Rui Rio, sentado amarrado à cadeira, diante da frase deixada pelo Reis, pelo menos 2 dias. Paga por ele e pelos outros que já morreram. Como na fábula: "SE não foste tu foi o teu pai"...
    FORMIGA BARGANTE said...
    Minha cara e-konoklasta

    O problema não é Rui Rio.

    Aliás, são vários os problemas.

    Para começar:

    Quem elegeu Rui Rio?
    E quem votou Rio Rio (ou Carmona Rodrigues, aqui em Lisboa) votou neles porquê?

    Por serem mais "carismáticos"?

    Ou...

    E o problema está exactamente no "ou".

    Cumprimentos
    FORMIGA BARGANTE said...
    Só agora notei que escrevi Rio Rio em vez de Rui Rio.

    Mas gostei !
    e-konoklasta said...
    Caro Formiga Bargante,

    Eu não votei nem num nem no outro... Estou com baixa mádica, forçada, há vários anos e já nem votar posso e se pudesse também não ía, para quê? Para lá pôr outro igual ? Sim, porque eu não acredito que os que se lhes oposeram sejam muito melhores, por um lado, e, por outro lado as máquinas do "casino" estão todas viciadas, os jackpots são sempre para os mesmos.
    Continuem a fazer porcaria por esse reino de Portugal e dos Alarves...como há muito fazem, o meu voto conta zero, e, como conta zero, como as consultas públicas, que nunca se fizeram, mesmo se não estivesse de "baixa forçada pela máquina enferrujada do SNS" também não votava. Para quê ? para cumprir u meu dever de cidadã, tretas... quando só lá aparecerem a votar menos de 15% é que "eles" (os da política e das politiquices) "talvez" percebam, e, mesmo assim não sei...Por agora, em boa cidadã, limito-me a preencher livros de reclamações e outras coisas do género e, pode crer, dá mais trabalho do que ir depositar os meus votos nas urnas...

Post a Comment