central de propaganda

Coincidência ou não, é um facto que a retirada do CPE pelo governo francês coincidiu com a presença do Primeiro-ministro Sócrates na segunda cimeira luso-francesa e o seu encontro com Dominique de Villepin;-)

Publicado por contra-baixo 10:43:00  

5 Comments:

  1. Ricardo said...
    Sócrates deu a Villepin a receita de sucesso...

    Em vez de dar aos jovens um contrato que lhes aumentasse a empregabilidade, vai-lhes dar a nossa receita aplicada à dimensão francesa. A promessa de 150.000 novos postos de trabalho aumentados à escala francesa.

    Os jovens franceses já exultam com a prespectiva....

    Viva a inocência da juventude!
    cidadão profissional said...
    Parabens a todos os franceses que na rua impediram o CPE. Foi mais uma importante vitória na luta pelo desemprego estável.
    O-Naufrago said...
    E....

    se os trabalhadores «deslocassem a mão de obra» para onde se trabalha em melhores condições e paga bem?

    Era ver as corporações (perdão)confederações patronais a exigirem aos governantes medidas para impedirem a fuga de escravos (perdão)trabalhadores.

    PS: Descumpem os enganos, deve ser da hora!!!
    maloud said...
    O Governo francês esperou a visita do Sócrates, para retirar o CPE. Vejam lá, onde já chega a influência do nosso Primeiro!
    e-konoklasta said...
    Quer insinuar que a presença dum socialista poderia pesar na decisão final para retirar o CPE, ou engano-me ?
    Não sabe, mas eu vou explicar-lhe:
    A esquerda, só chegou ao poder, em França, depois de 1981 e, todas as políticas sociais neste país, foram obra da direita, sob pressão dos movimentos associativos e sindicais, claro...

Post a Comment