a causa e o efeito, ou o melhor avançado da equipa contrária

Há cerca de 13 anos lembro-me de ter telefonado para a TSF, para intervir em directo, por ocasião das homílias que Pedro Arroja então diariamente lá fazia, a protestar vigorosamente contra estas. Queixava-me então que era também por causa da forma 'fundamentalista', e demagógica, como ele, Arroja, defendia o capitalismo, e o ultra-liberalismo, que havia quem fosse de esquerda e esta tivesse 'alguma' credibilidade. Este episódio veio-me hoje à cabeça ao ver a performance de João César das Neves no Prós e Contras, na RTP. É que é também por causa de 'católicos' como ele que há tantos ateus...

Publicado por Manuel 00:31:00  

4 Comments:

  1. Primo de Amarante said...
    Caro amigos: tomei a liberdade de transcrever, com a natural citação, este e um texto do José para o blog onde escrevo: http://margemesquerdatribunalivre.blogspot.com/
    JFS said...
    Bem observado. Não compreendo como uma pessoa intelingente como ele não consegue controlar o seu verbo e ser tão radical.
    maloud said...
    Não preciso do César das Neves para ser agnóstica.
    Marco said...
    Pior que a performance foi a claque.
    A realização percebeu o que se ia passar e no início avisou que se houvesse problemas não hesitariam em por alguem na rua.

    Ao longo do programa quando as graçolas do JCN eram seguidas pelos aplausos da claque, os homens da realização faziam sinais pedindo-lhes que se acalmassem.

    E a FCF por duas vezes disse explicitamente que não queria ali claques.

Post a Comment