sem saúdades

Hoje, 9 de Fevereiro de 2006, ficamos todos a saber que há locais de Portugal aonde não é conveniente que um Presidente da República, alegadamente Presidente de todos os portugueses, , ou então pare muito tempo. Deve ser aquela maldita coisa do bom senso, de fugir aos problemas em vez de os enfrentar de frente, mas eu julguei que fosse função do PR promover a coesão nacional e não chutá-la como tarefa para terceiros. Assim é fácil.

Publicado por Manuel 13:12:00  

3 Comments:

  1. lusitânea said...
    Na freguesia que queria ser concelho não existem caboverdeanos para se perguntar ao embaixador respectivo se se lá podia ir , o que convenhamos complica a situação...
    Lionheart said...
    Graças a Deus, de hoje a um mês, Portugal passará a ter (quanto a mim) um Presidente da República a sério. O homem banal que tem ocupado Belém, pode ir fazer o que sabe fazer melhor: estar descansado.
    Fernando Martins said...
    E, se calhar, numa Monarquia Constitucional, tal facto nunca acontecia...

Post a Comment