A protecção dos bandos

Segundo relato o jornal Sol, online, a tentativa de roubo de um carro, na Maia, resultando num quase homicídio da vítima, inspector da PJ, poderá ter sido obra de um gangue. "O gangue de Valbom", já referenciado pela polícia. De tal modo que...

(...)em meados de Janeiro, tinham sido detidos dois elementos do núcleo duro do gangue de Valbom. Desde essa altura que Daniel Faria, 19 anos, conhecido por Cubilhas, e o irmão, Filipe Faria, 16 anos, conhecido por “Biket”, aguardam em liberdade o julgamento por associação criminosa, assaltos à mão armada, carjacking e tentativa de homicídio (de Mauro Santos, alegado número dois do gangue da Ribeira e preso preventivamente).

Apetece perguntar aos génios da Unidade de Missão para a Reforma Penal, com particular incidência em dois ministros do actual governo - Rui Pereira e Alberto Costa- o que acham disto.

Em privado, em conversa caseira, porque em público, já conhecemos a lenga-lenga do costume, principalmente a do ministro da Justiça.

Sim, porque é da directa responsabilidade destas pessoas e de quem aprovou a actual lei processual penal, a tendência para a diminuição drástica da prisão preventiva. Por causa das malditas estatísticas europeias...que nos colocam sempre de "bem com os outros e de mal connosco".

E se o carro que os gangsters quiseram levar, fosse de um desses tutores da legislação penal ou de um familiar próximo e o resultado fosse o que ocorreu?

Nem assim, reflectiriam nas opções políticas de manifesta protecção de bandidos?

Publicado por josé 18:52:00  

2 Comments:

  1. lusitânea said...
    Se fosse só o CPP era uma maravilha.Mas e o 2º melhor acolhimento que por desordenado nos coloca dentro de portas dezenas de milhar a fazer o que lhes apetecer?Sem castigo...
    E a da nacionalidade que "beneficia" sabe-se lá quem?
    Depois é tudo pela coesão social para o que são precisos impostos...
    Este internacionalismo bacoco e provinciano dos homens das novas oportunidades dão cabo disto tudo.
    Pena o PSD ser mais papista do que o papa no governo... sabe-se lá porquê...
    rouxinol de Bernardim said...
    A ser verdade isto é muito grave!

    A país precisa cada vez mais de CORAGEM!

    Vede-a no meu blogue!

Post a Comment