A arrasada

Para os cronistas do blog da causa, a democracia, vista à maneira de, tem as suas particularidades. Na lógica corrente de Vital Moreira, em que os votos, são o passaporte para a legitimidade total para tudo impor, sem sombra de contestação atendível, ficam aqui os resultados da votação, ontem, em Sintra, para as eleições da concelhia do PS de Sintra.

Ana Gomes, a eurodeputada, concorria contra um tal Rui Pereira, aparatchick do PS local.
Resultado? 22,24 por cento para a Anita dos blogs.

Esmagador. Ou segundo o Público, "arrasador".

Não obstante, nem isso a demoverá de continuar a escrever disparates no blog da causa.
E Vital, não quererá chegar-se à frente? Quer dizer, quem anda sempre na luta política "proactiva", e confere à eleição, a suprema etiqueta de legitimação para a acção total, deve em boa lógica, submeter-se a votos e sair de trás do reposteiro dos postais.

Go ahead! Make our day.

Publicado por josé 16:03:00  

6 Comments:

  1. homoclinica said...
    Então ficamos assim a saber que o sr. Vital Moreira concorda com TODAS as acções do Hitler, pois este e tantos outros ditadores foram eleitos!!!

    Como é possível ser tão cego, tão ...?
    David Oliveira said...
    Faça-me um favor, se puder. Ocupe-se com coisas ou pessoas úteis. Que, pelo menos, sejam úteis (o que, convenhamos, nos dia d'hoje já não é pedir pouco )
    David Oliveira
    Tiago Carneiro said...
    Fala-se numa nova greve.

    Greve de uma semana.
    Greve por tempo indeterminado.

    Eu não concordo com a greve de que já se fala. Não que eu seja fura greves. Se for essa a decisão dos PROFESSORES eu tb farei greve. Pelo tempo que for necessário!!!
    A greve só nos penaliza:
    - monetariamente;
    - na opinião pública;
    - na recuperação do trabalho perdido.

    Vamos ganhar coragem!!!
    VAMOS SER UNIDOS. Vamos mostrar do que são feitos os PROFESSORES.
    Greve não! Trabalho sim.

    Ficar em casa é fácil!!! Difícil é perder férias e ir trabalhar.
    ???????????????
    ????????
    ??????????????????????????

    SIM. Trabalhar!!!

    Vamos trabalhar nas férias da Páscoa.
    Vamos Pintar as Escolas. O Governo não investe nas nossas condições de trabalho. Vamos investir nós!!!
    Será fácil arranjar quem patrocine as tintas.

    PINTAR AS ESCOLAS

    Eu vou.

    Vamos?
    Passem a palavra.
    Abraço. Tiago Soares Carneiro.
    http://democraciaemportugal.com
    zazie said...
    Olha, sendo assim, limpar as paredes das ruas era bem mais útil...
    homoclinica said...
    Em vez de pintar paredes, seria mais útil construirem uma alternativa sensata e exequível de Avaliação, de Estatuto do aluno, etc e espetá-la na cara da ministra.
    E já agora publicitar bem nos media TODAS as propostas que forem aparecendo, para calar aqueles que argumentam que os professores só sabem contestar, mas não apresentam alternativas. De preferência, deixar os sindicatos de fora.
    E ainda, convocar a ministra para múltiplas reuniões em todas as escolas do País para discutir essas propostas e ver se ela está mesmo disposta a dialogar, como diz.
    miguel said...
    Colocar os professores a resolver os problemas da ministra,criando eles próprios um método de avaliação?!

    Pintar escolas para mostrar ao país que afinal são esmerados trabalhadores?!

    Isto é tudo consequência do conflito com o Ministério???

    Tomando isto como exemplo, seria de toda a conveniência a eclosão de conflitos em todos os planos da vida nacional. Ficaríamos com o país todo caiado e limpo.

    Não seria, pergunto eu na minha ignorância, mais adequado forçar o Governo a apresentar medidas justas e um programa de reformas sério,racional,etc?

    Ou em alternativa reconhecer que não sabe o que anda a fazer e ir ao ISCTE recrutar mais uma aberração para entreter o pagode mais uns tempos?

    Os professores,tal como o "independente" Manuel Alegre nas presidenciais, chegaram onde não esperavam e agora interrogam-se o que fazer com esta vitória relativa.

Post a Comment