cá se fazem, cá se pagam!

Isabel Pires de Lima já não é a ministra da cultura nem nada. É provavel até que regresse ao Porto, quiça para a sua casa mãe - a UP. Onde tenho a certeza que não irá tão cedo é à Casa da Música.

Publicado por contra-baixo 22:43:00  

2 Comments:

  1. Zas said...
    Se o problema é não ir à Casa da Música, então até é um prémio.
    Entrar no maior aborto arquitectónico da Europa é que é castigo.
    floreseabelhas said...
    Olhe que não, sôtor, olhe que não :)(criaturita azeda, a de cima...)

Post a Comment