deja vu

A história do Congresso que entronizou Santana Lopes, escassas semanas antes de ser corrido, sem apelo nem agravo de primeiro-ministro, repetiu-se este fim de semana. Resta aguardar, e ajudar o dr. Menezes a acabar com dignidade. Menezes merece o partido que 'conquistou', como merece o 'apoio' descomprometido do Dr. Lopes. Sócrates também merece um líder da oposição 'assim'. Quanto ao 'povo' provavelmente também merece representantes desta estirpe, quanto mais não seja pelo pecado da omissão. A cada momento os partidos são espelhos da sociedade, e verdade seja dita, nese capítulo PS e PSD representam bem, nas suas pequenas vaidades, traições, misérias e indigências o país que temos.
more later.

Publicado por Manuel 15:51:00  

3 Comments:

  1. Edgar said...
    Não tem nada a ver, mas só aqui é que se poderá publicar algo sobre isto:

    Era uma vez um País tão rico, tão rico, que vendeu uma Patente duma Invenção feita numa Empresa Estatal...

    Aos Estados Unidos!

    Lusa USA

    Mariano Gá-Gá,cabeçinha Có-Có!
    Carlos Medina Ribeiro said...
    A este "déjà vu" corresponde um velho aforismo:

    «Na primeira, qualquer cai; na segunda, cai quem quer».
    Jose Silva said...
    É muito divertido lêr as dificuldades que o pseudo-portuense Manuel em aceitar os pobres candidatos a governantes do PSD. Se fosso mesmo portuense teria uma reacção de mera simpatia prudente com tem os blasfesmos. Como é um lisboeta um pouco para o elitista, parece a ala ressabiada do PSD. É muito divertido. Também tem que por a seta virada para baixo, não ? Ahaahah !

Post a Comment