A selectividade

Vital Moreira, no seu melhor, no causa nossa de ontem:

Faz algum sentido que um político profissional, líder da oposição e putativo candidato a primeiro-ministro, mantenha uma pequena sinecura numa obscura empresa, quando parece evidente que cedo ou tarde nessas situações há sempre a inevitável tentação de se deixar utilizar em pouco edificantes operações de lobbying, pouco dignas do seu estatuto político?Há cargos em que a imprudência não é recomendável...

O reparo é legítimo e a dúvida pertinente. Porém, o estranho é, mais uma vez, a visão do argueiro, na obscura empresa e no lobbying corrente perante as sólidas traves que lhe tolhem o caminho, para onde quer que se vire.
Nunca tive oportunidade de ler algo no causa nossa, sobre assuntos tão interessantes como a participação do seu correligionário antigo e actual, Pina Moura, em assuntos desta natureza de lobbying e de participação em Assembleias gerais, em empresas não tão obscuras.
Nem sequer li algo da sua autoria oportuna e atenta, sobre um caso tão estranho quanto este, noticiado até pela RTP.
Também nunca tive a oportunidade de acompanhar a sua elevada opinião, sobre estoutro assunto tão interessante e fartamente glosado por essa blogosfera fora e num ou noutro jornal, mormente aquele em que escreve habitualmente as suas catilinárias contra juízes e magistrados e as suas solícitas argumentações em prol do poder executivo:

Vara nomeou Morais para o MAI. A sua casa de Montemor foi feita por uma das firmas que mais trabalhavam para o GEPI.O ministro da Justiça, Alberto Costa, recusa-se a fornecer ao PÚBLICO, desde Maio, um conjunto de documentos que lhe têm sido repetidamente pedidos ao abrigo da Lei de Acesso aos Documentos Administrativos. Os documentos prendem-se com adjudicações e contratações de serviços de fiscalização de obras efectuadas pelo Instituto de Gestão Financeira e Patrimonial da Justiça (IGFPJ) no período de 2005-2006, em que foi presidido por António Morais. Costa era ministro da Administração Interna quando o ex-professor de Sócrates foi nomeado pelo seu secretário de Estado Armando Vara para o GEPI e foi ele que o nomeou para o IGFPJ. O PÚBLICO vai recorrer para a Comissão de Acesso aos Documentos Administrativos.

Enfim, resumindo, Vital Moreira naquilo que escreve publicamente, nunca nos surpreende.

Publicado por josé 11:33:00  

19 Comments:

  1. lusitânea said...
    O VM deve ter a sua balança da justiça "armadilhada" com pesos extra como se de comerciante desonesto se tratasse...
    zazie said...
    ahahaha

    Esta imagem do lusitânea foi perfeita. A ciganice a passar por fiel de balança

    ":O)))
    João said...
    É verdade que vital é faccioso. Naõ admira, é um spin doctor do governo. Agora o José que é mil vezes mais faccioso que Vital é que não dá para entender! Porquê José? Porquê tanto secatarismo?
    O que se esconde por de trás desse anonimato?
    josé said...
    joão:

    Escrevi assim, sobre a essência do postal de Vital:

    "O reparo é legítimo e a dúvida pertinente"

    Escrever isto é de faccioso?
    josé said...
    E mais: tem alguma coisa contra o anonimato relativo?

    Acha que o nome próprio seguido de apelido legitima o direito a escrever num blog que o anonimato, relativo como escrevi, não permite essa legitimidade?

    Porquê? É capaz de dizer?
    João said...
    Anonimato relativo!? Desconhecia esse conceito. Aliás, continuo a não perceber muito bem o que isso significa.

    Claro que o anonimato é perfeitamente legitimo. O que eu digo é que quando se lê Vital Moreira tudo é cristalino e transparente nas intenções que o movem. Já do José não se pode dizer o mesmo.
    Uma grande diferença, refira-se.
    João said...
    José,

    Faça a sua declaração de interesses. Já era um grande passo.

    Por exemplo: Em quem votar no domingo?
    zazie said...
    "O que se esconde por de trás desse anonimato? "

    Ó José, se fosse a si, começava a abrir a gabardine sempre que lhe fazem estas perguntas mongas

    ahaahahhaha

    Eu cá mandava já o joãozinho mostrar-me o nº do cartão de crédito e declaração de voto, também
    ":O)))
    zazie said...
    Lá vem a lógica da tribo. A tribo é que dá credibilidade. De resto, no pasa nada. Não há matéria em si mesma. Só a tribo. As coisas são válidas por reactiva oposta.

    Se há tribo oposta, então a questão em si mesma nem conta. São interesses opostos em deitar abaixo as traficâncias alheias

    ahahah

    O que me vale é que a minha tribo sou eu.
    zazie said...
    Um joãozinho de perfil não disponível, diga-se. Altamente identificado. Costuma dar na tv. O joão do IP5 e do registo 11207748951070210323 do blogger.

    Acho bem. Afinal vamos passar todos a ser carimbados com cartão único, nem sei para que se quer saber mais um nome e apelido igual a tantos outros. O IP e o registo do blogger com código de barras é a mesma coisa.
    zazie said...
    A única pergunta que se impunha: acaso o senhor Vital Moreira já pediu identificação ao José que ele tenha recusado?

    Fora isto, é porteirice de terceiro, a tomar as dores do vizinho para cuscar mais uma
    João said...
    Zazie,

    Se a minha pergunta foi monga peço desculpa ao José.

    De tribos não percebo nada. Ou melhor, conheço os góticos, os metálicos, os rappers, enfim, um pouco na linha de M Maffesoli.
    João said...
    "A única pergunta que se impunha: acaso o senhor Vital Moreira já pediu identificação ao José que ele tenha recusado?"


    Aposto como o José recusava.
    josé said...
    João:

    Percebo a sua curiosidade, embora precise de explicar uma ou duas coisas.

    A primeira é que já uma vez escrevi a Vital Moreira. Não sei se me identifiquei completamente, mas creio que isso não impediu de trocar correspondência sobre um assunto polémico e que tinha a ver com a posição contraditória do mesmo acerca de um assunto jurídico. De resto, Vital Moreira foi meu professor e tenho algum respeito por ele, enquanto tal.
    COmo blogger e político tenho pouco. Mas costumo dizer sempre porquê.

    Segunda: costumo indicar o meu mail a quem tem curiosidade genuína e legítima em querer saber quem sou.
    Não me parece que seja o seu caso, porque lhe adivinho apenas uma curiosidade voyeurística de quem acha que escrevo acobertado num anonimato de cobardia e recuo.
    Se pensa isso, engana-se. Uma boa parte das pessoas que refiro na blogosfera conhece-me pessoalmente. E isso chega para que continue a escrever como José. Que aliás é o meu nome verdadeiro.

    E chega porque o que interessa é mesmo o que escrevo por aqui.
    Que importância pode ter o nome próprio se quem escreve não pretende protagonismo de espécie alguma? Que interessa saber o nome todo de quem não tem partido, clube secreto, afinidades políticas ocultas ou agenda guiada por outros interesses que não os que ficam à vista?

    Acha que Vital Moreira seria capaz de fazer um blog anónimo onde escrevesse as mesmas ideias que escreve?

    Já pensou nisso? E já agora, já pensou no JPP? Ou noutros que por aí andam a dar o nome de borla, em nome da fama e do proveito?

    Sim, que isto de querer ser conhecido também tem muito que se lhe diga. Ou não terá?
    Luis Maia said...
    Então e mais este lóbi, embora institucional, também é giro

    ver em

    http://ostiodoseurocs.blogspot.com/2007/07/eva-tem-um-lbi-e-cp-abranda.html
    vinylfm said...
    lol....o vital!!!!

    Quase tão interessante como o vosso blogue, mas com muito melhor musica. Dirvitam-se….

    VINYL FM 103.9 – TOCA O QUE TU GOSTAS!

    A emitir em 103.9 FM a partir da Serra do Buçaco (Luso), já está no ar a VINYL FM, a nova rádio jovem dos distritos de Aveiro, Coimbra, Leiria e Viseu.
    "NA MORADA DA NOITE, NAMORADA DA MÚSICA" a VINYL FM é a rádio que está a mexer com o party people e é a única do seu segmento a disponibilizar 24 horas de programação local.

    A VINYL FM 103.9 é uma CHR – Contemporary Hit Radio, que aposta nos grandes êxitos do momento. É a estação que só emite o Top dos Tops! Só toca músicas de Sucesso. Há quem dê 3 sem sair de cima… outros dizem que dão 7 seguidas…e há quem prometa uma hora sem parar... Mas a VINYL FM dá mais! Muito mais! São cento e três…103 minutos e 9… nove segundos… sempre a bombar. Sempre a bombar!

    A nova emissora resulta de um acordo de Naming right celebrado com as discotecas VINYL Coimbra e VINYL Plazza (Figueira da Foz) – eleitas pela prestigiada revista FHM como duas das discotecas mais fashion do verão 2007.

    Como as férias devem ser uma festa permanente, a VINYL FM promete "MAIS DANÇA, MAIS NOITE". Assim, durante este período, 97% da emissão da rádio é preenchida com as grandes malhas da dance music (70%) e os melhores Hits da cena Pop e R&B (27%). Um verdadeiro iPod! Uma mega Dance party. Escutem e Verão!

    Com a VINYL FM 103.9 os jovens do Centro passam a contar com uma verdadeira alternativa às rádios lisboetas que emitem programação jovem e que podem ser sintonizadas na região. Emissoras que passam os dias a falarem nos engarrafamentos no Nó do Fogueteiro ou das bichas do IC19. Mas não lhe explicam o que se está a passar na sua cidade ou como andam as coisas pela sua universidade. Muito menos desejam saber como está o mar na Ericeira ou de participar em passatempos para ganhar entradas para um concerto na Buraca promovido por locutores com nome de electrodoméstico. Eles querem é informação sobre o estado das ondas no Cabedelo ou como podem ganhar um convite à pala para a sua discoteca preferida.

    A VINYL FM irradia a partir da Cruz Alta, no topo da Serra do Buçaco, o que lhe permite ter umas das mais amplas coberturas da região Centro, alcançando mais de 40 concelhos. Também pode ser escutada, com excelente qualidade sonora, em grande parte da A1, (Auto-Estrada do Norte) entre as portagens de Feira e Fátima, num percurso com mais 150 kms. A malta que está a trabalhar para o bronze pode ligar o cantante em FM 103.9 nas praias da Costa Nova, Vagueira, Mira, Tocha, Pedrógão, São Pedro de Moel ou Vieira de Leiria.

    A VINYL FM é a rádio onde os jovens estão sempre na Guest List. Este verão a senha é "DEIXA-TE LEVAR POR ESTA ONDA… ENROLA-TE COM A VINYL FM!!!"

    103.9fm@gmail.com
    Vinyl@blogspot.com
    Carlos Medina Ribeiro said...
    A MINHA SEXTA-FEIRA-13

    (Para descontrair um pouco...)

    QUANDO ontem, sexta-feira 13, o despertador me fez saltar da cama, nunca pensei que o meu dia viesse a ser diferente de outro qualquer.

    Mas a breve trecho me apercebi de que estava equivocado, pois logo que tentei abrir a torneira da água quente fiquei com ela na mão. Essa partida do destino acabou por me sair cara, pois o meu vizinho José, canalizador, levou-me coiro e cabelo para - por especial deferência, segundo me fez saber - ma vir compor antes do pequeno-almoço.

    Pouco depois, foi a vez do meu carro não querer pegar, e já sei que vem a caminho a correspondente despesa que terei de pagar ao Francisco, mecânico.

    Ora como, entretanto, se fizera tarde, acabei por ter de pedir ao Manuel, taxista (também meu vizinho), que me levasse ao emprego - e mais uma vez a brincadeira me saiu cara devido ao trânsito infernal a que, com o atraso, já não me consegui furtar.
    O meu dia prosseguiu com peripécias de igual jaez, e ainda incluiu um vírus de computador que me valeu mais uma verba gorda que foi direitinha para os bolsos do João-dos-bits.

    Quando, ao fim do dia, me apercebi de que o fogão também se avariara, já não estranhei, mas também não quis saber de mais nada: saí porta-fora, e fui jantar ao restaurantezito que há aqui mesmo em frente.

    Assim que me sentei, a patroa, vendo o meu ar nervoso, perguntou-me o que é que se passava comigo. Limitei-me a dizer-lhe, sem entrar em grandes pormenores, que o meu dia fora uma sucessão de desgraças alternando com azares - e foi nessa altura que ela me recordou, rindo, que era sexta-feira-13.

    - Mas olhe que não correu mal a toda a gente... - comentou ainda, sem perder o sorriso que lhe animava os lábios.

    E apontou-me para uma mesa onde um grupo de pândegos brindava à boa-sorte.

    Adivinharam:

    Lá estava o José-canalizador, o Francisco-mecânico, o Manuel-taxista, o João-dos-bits…
    Ah! E também o Chico-carteirista que, pelos vistos, foi o filho-da-mãe que...
    FM said...
    Caros proprietarios deste blog e vsitantes:
    Venho por este meio pedir-lhes o favor de postar o link para este blog que humildemente comecei na esperanca de que todas as criancas desaparecidas em Portugal possam um dia ser encontradas.
    http://www.myspace.com/ portugues...eselostchildren
    Na pagina inicial esta o banner que poderao copiar se o entenderem.
    Nao quero ser figura publica,bem longe disso.
    Vivo numa aldeia pacata do Alentejo,ja reformado da Banca.
    Ha 1 mes dei conta que Maddie era falada em todo o mundo....mas os restantes vivem num limbo que o tempo encarregou de apagar das nossas memorias.
    Peco desculpa por usar este blog em proveito dessas criancas,mas a esperanca que me norteia(de os encontrar)obriga-me a usar de todos os meios que me lembro.
    Passo 5 horas por dia na net a divulgar o blog,sempre na esperanca que alguem se lembre de uma cara e traga uma crianca de volta aos seus pais.
    Mas existem dias em que me revolto com o silencio dos media,de Sua Exa o Presidente da Republica,etc,etc....a quem tenho enviado mails sem fim.
    Obrigado e mais uma vez as minhas desculpas por esta entrada em blog alheio.
    Cadeira do Poder said...
    Criticar só para o lado em que se tem postas as palas é digno do parente do mais nobre animal de 4 cascos...
    http://cadeiradopoder.blogs.sapo.pt

Post a Comment