nomear critérios


O ministro da Presidência do Conselho de Ministros, Pedro Silva Pereira, precisava, eventualmente, de uma pessoa para trabalhar no seu Gabinete, como adjunto/a.
Podia escolher até cinco. Até agora, escolheu três. Ontem, foi publicado no DR, II Série, o nome de mais uma escolha.
A dita cuja é pessoa licenciada em Direito. Seria mais um nome de adjunta, a ocupar funções (in)específicas de gabinete ministerial e a ganhar 2800 euros ilíquidos, caso o apelido fosse anónimo. Não é. Trata-se de Vera Sampaio e é filha do ex-presidente da República.
Isso muda tudo e faz do assunto notícia. Até o Público lhe topou interesse noticioso e publicou notícia a propósito.
Pode perguntar-se: e daí? A licenciada em Direito, independentemente de ser filha de quem é, não terá requisitos necessários para as tarefas de adjunta? Não haverá por aí alguma inveja ou mesquinhez?
Pode efectivamente perguntar-se isso e muito mais.

No entanto, haverá sempre pessoas que parecem não entender coisas que se apresentam como óbvias para o comum cidadão, porque são corriqueiras e de entendimento básico.
É esta a razão única deste postal.

Publicado por josé 17:13:00  

24 Comments:

  1. Joao said...
    Mas qual é a questão? É ou não filha do Sampaio, é ou não descendente de Politico? Tem ou não sangue roxo nas veias? É que ser politico é como ser Nobre, será que ainda existe quem não perceba isso?
    Enfim... até deve ser boa rapariga, ela não tem culpa, culpa tenho eu!
    Anónimo said...
    Esta nomeação, de facto, não deveria constituir notícia. Porque é só mais uma, a somar a muitas outras. Em Portugal existe uma espécie de aristocracia de que saem os seleccionados para todos os cargos com algum relevo, em que se ganha melhor, em que se tem acesso a vantagens que são vedadas aos restantes portugueses, peças descartáveis, que nasceram na família errada e que, por melhores que sejam as suas capacidades, não têm direito a entrar no círculo privilegiado. É isto que faz de Portugal o país atrasado que continua a ser. A aristocracia dominante tem os seus representantes espalhados por todas as áreas de actividade do país e encarrega-se de afastar todos quantos podem sobressair e fazer sombra aos seus filhos e parentes. Ou a revolução, ou a troca de Portugal por outro país, de preferência anglo-saxónico. A hipótese de nova revolução já foi devidamente desarticulada pelo partido neo-salazarista há muito instalado. Aconselha-se vivamente a todos os jovens que abandonem Portugal o mais cedo que puderem, para estudarem e fazerem a sua vida noutras paragens, onde encontrarão melhores oportunidades do que nesta terra madrasta, dominada por pseudo-elites mesquinhas.
    Sokal
    António P. said...
    POPULISMO ! POPULISMO ! POPULISMO !
    haja paciência
    rb said...
    Auguro-lhe um grande futuro! Filha de peixe ...
    Anónimo said...
    Comentários na generalidade errados.
    Acontece que a pequena, foi recrutada a partir do Centro de Emprego local.
    Tenho dito.
    Anónimo said...
    Pois claro que foi...
    Anónimo said...
    Esta é apenas mais uma:
    No ministério da Justiça temos a Costa Dutra ( filha do Costa) e a Oliveira Ascensão( não é preciso dizer de quem é filha).
    Duas jovens promissoras, uma desempregada e a outra chumbou no exame para notária e como recompensa foi nomeada assessora na justiça!
    Com este comportamento vergonhoso e ainda pede esta cambada sacrifícios ao povo, eu felizmente, tenho uma boa vida profissional mas foi através do mérito, de concurso, estas senhoras vivem dos tachos,do aparelhismo, da utilização da coisa pública com se privada fosse.
    Em Portugal todos devemos fugir aos impostos, não olhar a meios para atingir os fins, virar bichos nesta selva neoliberal!!! As pessoas honradas devem todas fugir deste país!!!E isto não é um mal do PS, infelizmente, conheço casos em todos os partidos, da direita para a esquerda,todos comem da gamela!!
    rb said...
    Ó anónimo, e qual é o país para onde devemos ir?
    Anónimo said...
    Para um local mais quente,a corrupção é a mesma, mas pelo menos andamos de calções o ano todo!!
    Star said...
    Terra de quintais...feudalismo português...
    Em 1999, 13 dos assistentes da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra eram filhos de professores da mesma casa...
    sniper said...
    Anonymous, alinho nessa dos calções. Bons velhos tempos...Calor, miúdas fáceis, copos, etc, etc, que mais um homem pode querer? A corrupção e os favores já são parte da cultura. Não são problemas...Fazem parte da equação da vida..Em Portugal como é hábito, os portugueses perdem-se nos trocos, preocupam-se com a "vidinha", e é o vale tudo para tratar da vida dos filhos...Queixavam-se dos fascistas...Não me lixem...Cambada de sonsos....
    Augusto martins said...
    Vai fazer-se um estudo estatístico numa rua e foram sorteados para amostra do estudo 20 números aleatóriamente dessa rua. Os números sorteados são: 1,2,3,4,5,6,7,8,9,10,
    11,12,13,14,15,16,17,18,19,20
    Alguém duvida da seriedade deste estudo?
    Anónimo said...
    Não foi a Vera que assim que se licenciou arranjou um emprego a ganhar 3.000 por mês?
    Assim que se licenciou?
    Não, não se trata de inveja, trata-se, isso sim, de sentimento de revolta porque vemos que os critérios continuam a ser sempre os mesmos...
    JAS said...
    a verinha já não tinha sido nomeada para uma treta dessas de timor pelo melicias , compagnon de routa dos xuxaliastas assim que se licenciou?e vem o Jorge "apelos " sampaio a falar de exigência , de corrupcção ( sim , isto cheira a corrupcção...) e do desemprego de jovens licenciados??!!esses gaijos do ps que vão para um certo sitio!
    Anónimo said...
    Mas qual é o problema? Os senhores contestam o cargo ou o perfil da pessoa? Se contestam o perfil, porque o fazem? Se é filha do ex-PR, não pode trabalhar no Estado - não será isso uma discriminação? Ou é inveja, e queriam o lugar?
    Vão-se catar, e vejam é se procuram ilegalidades que não apareçam no DR...
    Anónimo said...
    Esta não é uma questão legal, pois conforme bem sabe o cargo de assessor é de nomeação política!!
    O que está aqui em causa é a moralidade do exercício do poder, não se pode todos os dias pedir rigor e sacríficios e quando toca nos nossos familiares ou nos nossos amigos, esquecer os princípios e criar tachos para os que precisam de emprego! Os assessores devem ser escolhidos entre os mais competentes e não entre os familiares dos políticos!Pessoalmente, não tenho inveja nenhuma do lugar dela, tenho uma vida profissional que me garante rendimentos superiores aos auferidos pelos boys assessores, sem cunhas e sem fugir aos impostos!
    No que respeita ao perfil da nova assessora, pode consultar o mesmo e encontrará um curriculum, com cargos públicos e nenhum conseguido por concurso, cunhas,apenas cunhas...
    Aliás já acima indiquei outras girls, com curriculum similar!!!
    JAS said...
    manda ai o link para ver o cv da tipa
    Anónimo said...
    Nepotismo-favoritismo de certos governantes aos seus parentes e familiares

    Portanto além de corruptos são nepotistas!
    O problema não é só este caso MAS O MUNDO DE CASOS QUE JÁ DESACREDITARAM ESTA MERDA TODA!
    Corruptos, vigaristas , ladrões de caneta,pedófilos,temos de tudo nesta brilhante classepolitica que nasceu revolucionária mas já há muito tempo que se acomodou e deixou vencer pela vida...
    Ao menos o Palma Inácio teve que andar a roubar directamente para ter a sua pensãozinha...
    rb said...
    Pelo que ouvi dizer (atenção!) ela era professora universitária e não prpriamente recem-licenciada no desemprego.
    Anónimo said...
    Será caso para dizer que o PS é o partido republicano (legítimo descendente do Partido Republicano da I República, da Maçonaria e da Carbonária) mais monárquico do mundo...?
    maloud said...
    O cargo é ou não de confiança política?
    Augusto martins said...
    O cargo até pode ser de confiança política, mas nestes casos normalmente existe um contrato associado que garante, em caso de rescisão por parte do estado algumas chorudas garantias financeiras, entre elas uma gorda quantia de "reinserção". Coitados, são como os presos, depois de estarem em funções públicas durante algum tempo, ficam completamente desamparados...Estou quase a começar a ter pena desta gente
    zé das coivas said...
    professor universitário my ass ó atento!deve ser uma universidade de vão de escada tipo internacional ,indepedente, etc...tudo arranjadinho pelo Jorge "apelos" sampaios.aqui fez um apelo bem sucedido.apelo para arranjar um tacho à filha , que é feia como a bota da tropa..
    Anónimo said...
    Agora o filho tb esta desempregaddo..tadinho...para onde irá ele? Vamos ver...

Post a Comment