Portugal preparado para o esgotamento do petróleo

Os portugueses bebem 2,8 milhões de litros de bebidas alcoólicas por dia. fonte


Quando impreterivelmente escassear o petróleo, as reservas de álcool no sangue dos portugueses poderão servir de combustível de alta qualidade, de fonte renovável e barato. As transfusões de sangue nos postos de gasolina concorrerão directamente com os derivados petrolíferos. Uma panóplia de produtos enriquecidos de factores de crescimento hematopoiético, anticoagulantes, anti-anémicos e outros aumentarão o leque de escolhas dos consumidores mais exigentes. Por exemplo, quem desejar mais "pica" no veículo, terá à disposição sangue contaminado por hepatite C.
É tamanha a taxa de alcoolemia em Portugal que, enquanto o governo ultima um diploma que prevê o porte individual obrigatório de extintor de espuma a partir dos 15 anos (transpondo um método largamente experimentado no abafamento de dinheiros públicos), serão destacados este Verão milhares de polícias para a orla das praias que instarão os incautos banhistas a soprar no balão prevenindo desse modo que aqueles mais inflamáveis se aproximem da areia escaldante.
Apesar de minorada a dependência do petróleo, um dos problemas que se levanta é a defesa da soberania nacional no sector energético promissor, pois, como é sabido, a maioria das marcas de cerveja e bebidas destiladas ingeridas pelos portugueses continuam nas mãos de multinacionais.

Publicado por Nino 19:28:00  

3 Comments:

  1. Blogger said...
    E eu que hoje ainda só vou em 2,7 milhões de litros de aguardente... Tenho que me despachar para não estragar a média!
    Homem do Talho said...
    grande post! valeu pelas gargalhadas ao ler :)
    [Mamede] said...
    grande blog sim senhor

    5 estrelas

Post a Comment