Coisas que só acontecem em Espanha [1]


Penso que os ataques à independência dos juízes existirão sempre que se investiguem responsáveis políticos, mas o que é importante é ultrapassá-los e rechaçá-los. Pelo menos, foi o que tentei quando me pressionaram, denunciaram, recusaram maliciosamente, processaram e me odiaram e desprezaram.”.

Baltasar Garzón, Um mundo sem medo, Porto, Ambar, 2006, p. 37.

Publicado por Gomez 23:20:00  

1 Comment:

  1. Escriba Lacónico said...
    O Garçon é um rapazinho muito jeitoso para levar a tribunal o que ele chama de "políticos". Mas esses políticos, por um mero acaso, são independentistas bascos!

    Quantos processos levantou a políticos franquistas ainda vivos, como Fraga Iribarne, pelos seus milhares de crimes?

    Zero!

    Já agora, por que não reabre o preocesso da morte do General Humberto Delgado?

    Ele, o Rosa Casaco e eu sabemos porquê!!!...

Post a Comment