5 minutos após

O post anterior saiu uma notícia na TSF que é uma tradução (mal feita) da peça da CBS.

Só um exemplo:

Original: "The move comes amid a sharp decline in Mr. Bush's approval ratings and calls from Republicans for the president to bring in new aides with fresh ideas and new energy."

TSF: "Esta remodelação regista-se quando se verifica um forte declínio dos índices de apoio ao presidente norte-americano, no meio de reiterados apelos dos republicanos para que Bush chame novos auxiliares, com novas ideias e nova energia."

Repare-se que aides é traduzido por auxiliares, em vez de assessores ou adjuntos, que seria o mais correcto. Mais, a notícia é dada como se ainda não tivesse acontecido ("George W. Bush deverá anunciar as mudanças ainda esta terça-feira, durante um encontro com jornalistas na Sala Oval da Casa Branca.").

E não, não é uma coincidência. Há mais. Tristeza. Nem a TSF nos vale.

Publicado por irreflexoes 17:45:00  

5 Comments:

  1. Isabel Magalhães said...
    Somos o país do 'desenrasca' - e que me desculpem a palavra que considero muito feia mas é a que melhor ilustra o ponto de vista - qualquer pedreiro ou constructor civil 'julga-se' em condições de ser 'arquitecto' assim como qq um que tenha tido 3 anos de inglês no secundário se julga 'tradutor'.

    E depois há tradutores e arquitectos sem trabalho!
    jmf said...
    Uma chatice. Quando a verdade estraga uma boa história:

    Washington, 28 Mar (Lusa) - O secretário-geral da Casa Branca, Andy Card, demitiu-se e vai ser substituído pelo director do Orçamento, Josh Bolten, anunciou hoje um funcionário da administração do presidente norte-americano George W. Bush.
    Bush deverá anunciar as mudanças ainda hoje, durante um encontro com jornalistas na Sala Oval da Casa Branca.
    Esta remodelação regista-se quando se verifica um forte declínio dos índices de apoio a Bush e no meio de reiterados apelos dos republicanos para que o presidente chame novos auxiliares, com novas ideias e nova energia.
    Card falou recentemente com o presidente, tendo sugerido que deveria demitir-se do cargo que ocupava desde o primeiro dia da presidência de Bush, disse a mesma fonte.
    Bush decidiu no fim-de-semana, que passou no retiro presidencial de Camp David, aceitar a demissão de Card e nomear Bolten para lhe suceder.
    Bolten possui uma vasta experiência em Washington, tanto no Capitólio como na Casa Branca, onde foi vice-secretário-geral antes de se tornar director do Gabinete de Administração e Orçamento.
    Na passada semana, numa conferência de imprensa na Casa Branca, Bush foi interrogado sobre rumores de uma remodelação da sua Casa Civil, mas respondeu estar "satisfeito com as pessoas" que o rodeavam.
    Lusa/Fim 281432 POR MAR 06 NNNN
    Filósofo do Mondego said...
    Eheheheheh!
    O problema não é o país, a educação, a justiça, a saúde...
    O problema são... os jornalistas.
    Bem apanhado.
    Eheheheheheh.
    maloud said...
    O vocabulário do novo PR já foi adoptado pela TSF.
    josé said...
    Caro filósofo fluvial:

    O problema pode não ser efectivamente o que aponta...mas estamos a falar desse!

    E aí, há mesmo um problema que segundo parece, alguns não querem ver. E não sendo Tirésias, ficam mesmo sem visão...

Post a Comment