o clube

Podemos assegurar e sossegar o policiamento da blogosfera e demais ayhatolas interessados que esta notícia que segue, não proveio desta Loja:

"O Millennium-BCP é o principal accionista do semanário cujo lançamento José António Saraiva está a preparar.O banco pôs à disposição do ex-director do «Expresso» e de um pequeno grupo de colaboradores, entre os quais José António Lima, um espaço provisório num dos seus edifícios.O BCP tem sido, geralmente, conotado com o Opus Dei e há quem sugira que o lançamento do semanário poderá representar um salto significativo na relação da «Obra» com os media.No Brasil, nas últimas semanas, a actividade do Opus Dei na área da comunicação social tem sido objecto de diversas análises. "

Veio daqui, não está assinada e é por isso anónima.

Publicado por josé 12:40:00  

35 Comments:

  1. Anónimo said...
    Mais posts de defesa. O homem encravou-vos bem que voces só se sabem defender-se de forma ridicula aliás. Experimentem colocar um post positivo dizendo alguma coisa sem insinuações e sem estarem na defesa...
    Mas não foi para isso que foi criada a Grande Loja, pois não? Nem para isso que o Procurador José é o José?
    Anónimo said...
    APOIADO!!!!
    ACABOU-SE A IMPUNIDADE DO QUEIJO
    Anónimo said...
    O Clube dos Jornalistas é uma associação, cujos associados estão devidamente identificados. Essa associação é obviamente responsável pelo que se coloca no site. Responsabilidade que não os vi recusar.

    Posso não apreciar particularmente do tom da noticia mas não é colocada num blogue de magistrados anónimos.

    (E escusa de perguntar: não sou jornalista e não me pagam nada para dizer isto. É pura evidência.)
    xatoo said...
    A “Opus Dei”, grupo ultra-conservador inserido na Igreja Católica, de que faz parte o Doutor (pela esconsa Universidade de Navarra) Ramalho Eanes primeiro mandatário nacional da candidatura do Sr. Silva a Presidente, exige que a produtora Sony-Columbia faça alterações no filme “O Código Da Vinci”, que tem a estreia mundial marcada para 17 de Maio, na abertura do Festival de Cinema de Cannes.
    Anónimo said...
    Neste blogue dão-se exemplos considerados negativos para justificar posts do blogue. Não percebo a lógica.
    josé said...
    Quem é o sócio do CJ que assina a notícia?!

    A Palmira?!!

    Deixem-se de gozar com a inteligência alheia.
    Anónimo said...
    SEMPRE AO LADO, NÃO É JOSÉ? É UM ESTILO. ESPERO QUE NÃO SEJA ASSIM QUE TRABALHA NOS PROCESSOS
    Anónimo said...
    INSINUAÇÃO: mais um exemplo: Manuel diz que os comentadores que o criticam e ao José são pagos!! Espantoso, mas tipico.
    Anónimo said...
    Parabéns! a notícia do Clube dos Jornalistas é muito bem escolhida, porque é mesmo semelhante aos textos da Loja dos Veenerandos Manuel e José. Assim percebe-se melhor.
    Parabéns de novo!
    Anónimo said...
    Um email é tão anónimo como o nome José ou Manuel. Vocês tomam-nos por parvos ou querem pedir informações ao sapo para identificar quem vos comenta. Como são magistrados não admira, podem sempre pedir listas como as do envelope 9, não podem?
    josé said...
    Neste blog dão-se exemplos negativos para confrontar os críticos do anonimato e os críticos do lançamento de boatos e de informação dúbia, com a sua própria mentalidade redutora e inquisidora.

    Por mim, a notícia do CJ é tão válida como as que por aqui aparecem assinadas pelo Manuel ou por Carlos ou por André ou por mim.
    Posso não concordar com o teor de algumas, e mesmo no que escrevo ás vezes posso passar as marcas do sarcasmo, mas respeito a opinião alheia e acho que as que leio dos outros, são plenamente admissíveis e isentas de críticas das virgens ofendidas que apostaram em criticar vilipendiando e caluniando.

    É só essa a razão porque me dou ao cuidado de escrever a anónimos.

    O meu mail é o seguinte:

    jmvc@sapo.pt

    O da Loja é:

    grande.loja@gmail.com

    Será capaz de colocar o seu?
    josé said...
    Não é...aposto que não é. E não sendo, corto a colecta mesmo aqui.
    Anónimo said...
    Então ficamos a saber que a noticia do CJ é um exemplo positivo! cada vez percebo menos!
    Anónimo said...
    NSINUAÇÃO: mais um exemplo: Manuel diz que os comentadores que o criticam e ao José são pagos!! Espantoso, mas tipico.


    Comente lá isto do anónimo das 2 e 22.É verdade?
    josé said...
    O que ficamos a saber decididamente é que a sua inteligência é o que é.
    AM said...
    Como "leitor" da GLQL, só quero dizer que estou farto destes comentadores anónimos, armados em "controleiros", e defensores das impolutas virtudes do "grande compilador/escrutinador da positividade/negatividade dos médias"...
    FORMIGA BARGANTE said...
    Meus caros membros da Grande Loja

    O tempo que perdem a responder aos insultos e insinuações de alguns anónimos, é um "quase insulto" aos restantes leitores do vosso blog.

    É por demais evidente as intenções de alguns desses anónimos que insinuam, insultam e permanecem anónimos.

    Se alguém pretender saber que é o José, O Manuel ou os outros "irmãos" desta loja, com mais ou menos trabalho acaba por descobrir.

    Quanto aos outros "ilustres" anónimos, népias. Permanecerão sempre anónimos.

    Portanto, meus caros, e se me permitem o conselho, recordem o velho ditado "os cães ladram e a caravana passa".

    Deixem-nos "ladrar",consagrem o vosso tempo ao que é realmente importante, que nós, a enorme maioria de leitores do vosso blog, percebemos bem o que eles pretendem com os latidos.
    Anónimo said...
    A avaliar pelos comentários anteriores, o autor do post sobre o Clube de Jornalistas será alguém ligado à magistratura.
    Não é crível. O post é intelectualmente tão fraco e factualmente tão oco que não pode ter sido escrito por alguém com formação jurídica.
    Nesta página do site do Clube de Jornalistas

    http://www.clubedejornalistas.pt/DesktopDefault.aspx?tabid=36

    está a prova de que a notícia não é anónima. Já o mesmo não se pode dizer do post do fromage.
    josé said...
    Não?!

    Então faça o favor de dizer aqui quem assinou o texto- e dentre os elencados que parece que os conheço de algum lado...- que é para todos ficarmos a saber:
    Responsáveis editoriais
    Eugénio Alves
    Ribeiro Cardoso

    Coordenador
    João Alferes Gonçalves

    Colaboradores permanentes
    Carla Martins
    Daniel Ricardo
    Estrela Serrano
    Fernando Correia
    José Mário Costa
    Patrícia Fonseca

    Secretariado
    Palmira de Oliveira

    Assessor informático
    Daniel Alves

    O texto não está assinado. Foi redigido por todos? É um texto do "colectivo", como dantes se dizia?

    Fui ao site que me linkou e...népia. Fui ler mais e...népia.

    Quer fazer de mim um néscio?!

    Mas pode ser que tenha razão...prove!
    josé said...
    "A avaliar pelos comentários anteriores, o autor do post sobre o Clube de Jornalistas será alguém ligado à magistratura.
    Não é crível. O post é intelectualmente tão fraco e factualmente tão oco que não pode ter sido escrito por alguém com formação jurídica."

    Tendo em conta o teor do insulto velado, pode ser que ao mesmo tenha coragem de dizer se faz parte do Clube.

    A minha identificação, se a quiser, pode ser obtida através deste mail:

    jmvc@sapo.pt
    Sílvia said...
    Há algum tempo que o ex-director do Expresso revelava um discurso estranho que me fez lembrar o discurso opudeístico que eu conheço. Visitem o meu blogue www.vaitepoesia.blogspot.com e fiquem a conhecer algo mais sobre a Obra do Santo Marquês de Peralta.
    Obrigada pelo post.
    Anónimo said...
    Afinal é capaz de ser verdade. A veia inquisitorial do «josé» parece indiciar alguém a procurar alguma coisa.
    Ele quer saber quem assina a notícia, ele quer saber se eu sou «do clube», etc. etc.
    A minha identificação também pode ser facilmente obtida a partir deste e-mail:

    hlnunes99@yahoo.com

    E para que conste:
    1 - Não, não sou «do clube»
    2 - Nos jornais que eu leio as notícias não são assinadas e os responsáveis editoriais são, por força da lei, os directores.
    Anónimo said...
    Ó josé, você acha que precisa da minha ajuda para ser um néscio?
    josé said...
    "O BCP tem sido, geralmente, conotado com o Opus Dei e há quem sugira que o lançamento do semanário poderá representar um salto significativo na relação da «Obra» com os media.No Brasil, nas últimas semanas, a actividade do Opus Dei na área da comunicação social tem sido objecto de diversas análises. "

    Isto é uma notícia?

    Eu logo vi que a sua escola de jornalismo era para ali, na Brandoa ou assim( sem ofensa para os de lá).
    josé said...
    Então...sutor ne ultra crepidam!
    Anónimo said...
    Pois.
    Sendo leitor, não tenho a veleidade de ser jornalista.
    Mas se um dia me der para isso lá terei que ir estudar jornalismo no centro de estudos judiciários, que é um ninho de especialistas em jornalismo...
    Anónimo said...
    Reparei, agora, que você ainda não explicou por que é que a notícia não é uma notícia.
    Tem alguma explicação ou é só um feeling?
    cliente da loja said...
    a forma como vocês deixam tanta gente incomodada e de forma tão sistemática impressiona. estão nos meus favoritos incondicionalmente.
    zazie said...
    a forma como vocês deixam tanta gente incomodada e de forma tão sistemática impressiona. estão nos meus favoritos incondicionalmente.

    assino por baixo. E até aconselho os amigos a lerem a GL em vez de gastarem dinheiro e tempo com jornais
    Curioso said...
    cliente da loja diz, 8:17 PM, Fevereiro 20, 2006

    Quem é que fica incomodado? Não tou a ver
    Anónimo said...
    A histeria reina na Grande Loja. A amiga zazie está a dar um show de destrambelhamento nas caixas de comentários do Blasfémias.

    É bom vê-los a falar. Assim é que se expõem. Mostram bem de que material são feitos.

    Deus nos livre destes magistrados...
    sniper said...
    Não acredito que a Opus Dei, ou mais simplesmente, A Obra, esteja interessada em qualquer tipo de abertura. O que conheço deles no mundo dos negócios, e não só, é 100% o oposto, por motivos que me atrevo a classificar de óbvios. O que acredito, é que, e a ser verdade o que aqui vem escrito, é que o BCP já realizou que não pode enfrentar o novo milénio sem uma ferramenta fundamental para os grandes empórios, que é possuir orgãos de comunicação social. Um jornal dá muito jeito nos tempos que correm em todos os sentidos. Basta pensar.
    Sílvia said...
    Todos estes anónimos perfeitinhos devem ser numerários ou supranumerários da Opus Dei, ou funcionários do BCP...
    Tadinhos...
    Sílvia said...
    Uma notícia:

    O presidente do BCP é supranumerário da Opus Dei e o seu antecessor é numerário.
    Isto não vos diz nada?

    Rapazes, já leram o meu post"Opus Dei e os meios de comunicação social"?
    NÃO???...
    Anónimo said...
    É impressºao minha ou já começaram a cortar posts que tinham colocado para impedir as pessoas de verem os comentários? Sonhei ou havia aqui um post sobre o holocausto?

Post a Comment