ainda serve ?

O Ministério dos Negócios Estrangeiros da Polónia condenou hoje as declarações do embaixador do Irão em Lisboa, que em entrevista a uma rádio portuguesa questionou o número de vítimas do Holocausto. Em entrevista à rádio Antena 1, o embaixador do Irão em Lisboa, Mohammed Taheri, afirmou: "Para incinerar seis milhões de pessoas seriam precisos 15 anos, por isso há muito que explicar e contar" sobre o Holocausto. "As declarações do senhor embaixador do Irão (em Lisboa) são muito simplesmente um escândalo", disse à Agência Lusa o porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros, Pawel Dobrowolski. (...) in Portugal Diário

Agora o dr. Lopes não está no poleiro e não serve de desculpa. Ou ainda serve ? Dito isto, a questão de fundo pouco ou nada tem a ver com política, com liberdade de expressão ou sequer com diplomacia. Tem, só e apenas, a ver com a forma, o rigor e a exigência como as coisas são feitas - à pressa, em cima do joelho, e sem nexo. Tem a ver com o absoluto amadorismo em que se fundamenta muita da politiquice indígena, em o que conta é a fachada, a agenda do momento, pouco ou nada interessando o contexto e a estratégia. Nesta medida, Freitas, o 'Professor Doutor', como antes o dr. Lopes, é mais uma 'vítima', que vê assim exposta a sua absoluta nulidade. Resta saber quantas mais 'vítimas' é que vai ter que haver para que o 'bluff' passe a ser a excepção e não a regra...

N.A. Este post também é sobre a situação interna do PSD.

Publicado por Manuel 00:14:00  

3 Comments:

  1. Lionheart said...
    Começam a ter repercussões internacionais os disparates de Freitas do Amaral. O embaixador do Irão apoiou o "nosso" MNE, e em seguida soltou a bujarda sobre o Holocausto. É deste gente que o governo quer apoios?? Que vergonha!
    gotika said...
    a ver com a forma, o rigor e a exigência

    Como se sabe, o país prima pelas três. Qual é a admiração?
    E o futebol? Não é assim que se distraem as pessoas por cá? Na lógica desturpada da política portuguesa, nada mais natural que servisse para distrair também as pessoas por "lá". Já que fado e Fátima não devem resultar muito...

    ;)

    Estes líderes que temos não servem para coisas sérias.
    weisswurst said...
    Não sei qual é o espanto das afirmações do Embaixador. Há já muito tempo que dezenas de revisionistas afirmam o mesmo. E por sinal, muitos deles encontram-se presos.
    Viva a Liberdade de expressão! (excepto nalguns casos)

Post a Comment