o homem certo, para o lugar certo

Por último, e depois de muito ter ouvido dizer que a direita isto ou a esquerda aquilo... Entendo que uma esquerda moderna, liberal, sem esqueletos no armário e roupa a cheirar a naftalina gonçalvista, não pode em 2005 ter hesitações em ver Cavaco Silva como o personagem certo para ocupar o Palácio de Belém.

Da mesma forma que Mário Soares o foi em 1985. Não é preciso ser o mais culto. O mais prolixo. O com melhor estampa. O que mais leu. O que mais viajou. É preciso é ser o homem certo, para o lugar certo, na altura certa e em que o País mais necessita.

Martim Silva

Publicado por Manuel 23:35:00  

2 Comments:

  1. Clara said...
    Talvez antes de ouvir a entrevista ontem. Um horror! O homem não sabe (ou não quer dizer, o que dá para desconfiar...)o que fará se for Presidente! Assim não, nem pensar, quero saber os que vai fazer o Presidente, quero estar esclarecida. Cavaco não me convenceu.
    enigma said...
    Relativamente ao comentário: é mais um tabu, como ele tanto gosta.
    Relativamente ao post gostava que fundamentasse a sua opinião de que Cavaco é o homem certo no lugar certo. POrquê!!??

Post a Comment