Liberdade de expressão para as minorias

Pediu Jorge Sampaio...

Porque nós não queremos ver as imagens tão terríveis de Paris e de algumas cidades da França, temos que defender aquilo que é a capacidade de integração, de conviver com o outro, de termos as minorias que se possam exprimir da forma que queiram.

Publicado por Nino 17:34:00  

4 Comments:

  1. diogenes said...
    já doi...
    Pedro M said...
    Faltam uma centena de dias para que o cenoura se ponha na alheta.
    Ao diabo para o que ele diz.
    Francisco Bruto da Costa said...
    OK.
    Então, exercendo a liberdade de expressão que o senhor Presidente tão generosamente me atribui, aqui reproduzo um post hoje deixado no blog Informática do Direito:
    Observe-se a diferença entre estas duas leis, ambas aprovadas na Assembleia da República no dia 28 de Julho de 2005:
    Lei n.º 43/2005:
    Determina a não contagem do tempo de serviço para efeitos de progressão nas carreiras e o congelamento do montante de todos os suplementos remuneratórios de todos os funcionários, agentes e demais servidores do Estado até 31 de Dezembro de 2006.
    Foi publicada no dia 29 de Agosto, entrando em vigor no dia seguinte à da publicação: a partir de 30 de Agosto, o tempo de serviço não conta e por esse motivo os funcionários não progridem na carreira.
    Lei n.º 52-A/2005:
    Altera o regime relativo a pensões e subvenções dos titulares de cargos políticos e o regime remuneratório dos titulares de cargos executivos de autarquias locais.
    Foi publicada no dia 10 de Outubro, entrando em vigor no primeiro dia do mês seguinte ao da publicação: entretanto os autarcas já tomaram posse e não são abrangidos pela Lei.
    Comentário: viver não custa, o que custa é saber viver.
    Star said...
    Sr. Presidente da República,
    A indolência promulgatória que V. Exa. tem demonstrado ultimamente é assaz preocupante. Nem imagino o que será legislado e promulgado até V. Exa. sair de Belém. Creia-me que , enquanto cidadão, vou-me manter atento.
    Copm os melhores cumprimentos.

Post a Comment