Ó Freitas, não sejas aristotélico!

Freitas acusa presidência britânica da UE de inércia.


Galileu, contradizendo Aristóteles, demonstrou que na ausência de forças um corpo em movimento mantém indefinidamente o seu movimento com velocidade constante desde que seja eliminado completamente o atrito. É a Primeira Lei de Newton, o Princípio da Inércia. O problema é que, enquanto países como a França não admitirem reduzir os subsídios agrícolas (o atrito), Londres, ainda que interessada no projecto europeu (corpo em movimento), não pode aceitar qualquer tipo de alteração ao "cheque britânico", ou seja, não progride.

Publicado por Nino 19:50:00  

4 Comments:

  1. Arid Monk said...
    E assim a força irresistível embaterá no objecto imóvel...
    xatoo said...
    não,,,dá-me ideia é que o observador (o autor do post) com a velocidade que leva não conseguiu observar nada,,,
    pelo menos o eixo de dominação anglo-saxónico aliado ao Império
    Illdependent said...
    Lei absolutamente estúpida.
    Um tuga pode criar atrito até no vácuo.
    Olindo Iglesias said...
    É óbvio que o Reino Unido está absolutamente correcto na sua posição.

    O que eu acho absolutamente inqualificável é que uma vez mais se continue a sacrificar os mais fracos. Parece que desta vez Portugal, Grécia e Irlanda irão ver reduzida a protecção à produção de açucar; tudo isto para ajudar a desbloquear as negociações!...

Post a Comment