silly season ?

Sopra-se aos jornais que um concurso é anulado por suspeitas de conluio de (todos) os concorrentes e a seguir faz-se um ajuste directo precisamente com esses mesmos concorrentes, arrebentam meia dúzia de botijas de gás e logo se fala de engenho explosivo, de cada vez que as conversas descambam para temáticas mais dolorosas para a governação logo se saca, à José Eduardo Moniz, de um tema fracturante, para entreter, sejam os casamentos gay, o aborto ou coisa parecida para debater e ou querer alegadamente debater.

Acontece que o país não precisa assim tanto de temas e causas fracturantes ou bombásticas, precisa simplesmente de concordar consigo próprio em duas ou três questões essenciais.

  • Que há uma crise (grave)
  • Que essa crise diz respeito a nós todos e não apenas aos vizinhos do lado
  • Que a solução da mesma também passa, e passa mesmo, por todos nós, e cada um.

A cidadania também é isto, é ser sério e não apenas fingir que nos preocupamos, delegando a indignação e a solução em terceiros indeterminados, com greves e manifs aqui, ali e acolá.

- algures - uma maioria silenciosa, uma que não se revê nos Avelinos deste mundo, mas ainda não se viu. Por muito confortável que seja fazer greves ou votar nesses mesmos Avelinos (porque apresentam resultados) talvez esteja chegada a hora de fazer opções. De participar activamente na vida cívica, de mudar Portugal.

Publicado por Manuel 17:15:00  

5 Comments:

  1. fernando gonçalves said...
    Meu caro Manuel

    Voltamos à mesma.

    Totalmente de acordo com o diagnóstico.

    O problema está situado em como participar na vida cívica.

    Nos partidos? Nas associações de cidadãos (quais?)

    Volto a insitir: não tanto o "como" mas o "onde" participar.

    Olhe que já tentei num partido e a experiência foi muito, mas mesmo muito má.
    Manuel said...
    pois, e quando a (primeira) experiência é má desiste-se certo ?...

    QED
    fernando gonçalves said...
    Errado !

    por isso é que volto a perguntar: onde?
    Ruvasa said...
    Será que os links abaixo respondem às suas pertinentes interrogações?

    http://ruvasa.blogspot.com/2005/06/431-amanh-vai-fazer-se-histria.html

    http://ruvasa.blogspot.com/2005/06/432-tempo-de-agir.html

    http://ruvasa.blogspot.com/2005/06/442-o-que-ficou-por-contar.html

    http://ruvasa.blogspot.com/2005/06/457-cidadania-em-aco.html

    http://cidadaniactiv.blogspot.com/2005/06/1-princpios-e-objectivos.html

    http://cidadaniactiv.blogspot.com/2005/06/2-adeso-e-colaborao.html
    pedro said...
    Crise ? Qual crise?
    E as outras centenas de autarcas? Vão ser canonizados? Ora, ora...Deixem lá o Avelino fazer o que faz porque os restantes fazem igual, como mais ou menos sofisticaçaõ no linguajar.

Post a Comment