Uma metáfora...

Bem sabemos que Portugal vive há dois anos sob a égide do défice, bem sabemos que Manuela Ferreira Leite proibiu as autarquias de se endividarem por forma a reduzir a exposição do financiamento, até Sampaio diz que há vida para além do défice, mas aquilo que nós não percebemos é a razão pela qual, e exclusivamente para o Euro-2004, uma autarquia se tenha endividado acima da parcela do custo da obra ( Estádio+acessibilidades) que lhe estava imputado.

O Municipal de Aveiro custou com acessibilidades incluídas 49.474.858 euros. A autarquia de Aveiro a propósito do Euro recorreu a um empréstimo bancário de 49.939.895 euros....

A pergunta que se impõe, os 465.037 euros de diferença foram para onde ? e para quê ?

Publicado por António Duarte 15:09:00  

2 Comments:

  1. irreflexões said...
    Para o imposto de selo? :)
    Anónimo said...
    Primeira prestação de juros, paga antecipadamente?

    homem das neves

Post a Comment