A direita travestida

Estava há bocado a ver a Sic-Notícias, com as notícias apresentadas por Mário Crespo e dei com um indivíduo que conheço há umas semanas da tv, depois de ter visto no blog Blasfémias um vídeo sobre o futebol do FC Porto. Pedro Marques Lopes, reparei, depois de ler a legenda de identidade.

No blog, no video iutubuesco, aparecia uma figura algo rotunda, de modos evidentemente portistas, desinibidos no falar e na atitude, em modo futeboleiro e de asserção fácil.

Não conhecendo a personagem, tirei a pinta da pessoa, pelo aspecto algo suficiente.

Como não frequento assiduamente blogs, tirando dois ou três, de culto, não me dei conta da ascensão mediática de Pedro Marques Lopes, como se comprova pelo facto de ter emergido num Eixo do Mal, na mesma Sic-Notícias, após a saída do humorista fino e corrosivo, José Judice.

E no entanto, o caso de Pedro Marques Lopes, permite entender como é que a SIC-Notícias escolhe gente, para aparecer na pantalha. Saber o que lhes toca na idiossincrasia. E por aí apreciar o ar do tempo que passa.

Depois de uma breve busca pela Rede de blogs, dei com este texto de apresentação, num blog típico do tempo que passa, em cinco dias :

Parêntesis: Pedro é de direita - diz ele - e liberal (o que é óbvio). Defendeu a legalização do aborto até às 10 semanas, defende o casamento das pessoas do mesmo sexo, é ateu. Na direita portuguesa, não há muitos como ele, ou então andam bem escondidos - e é o primeiro a afirmá-lo: “Somos um país que acredita pouco na li berdade. Ser de direita é achar que a liberdade é um valor superior à igualdade”. Diz-se próximo do PSD e há quem o diga “a cabeça” de Pedro Passos Coelho. Era ele o homem de gabardine bege que acompanhou o prospectivo líder ao anúncio da candidatura. Fim de parêntesis.

“Então comecei a escrever num blogue, O Acidental [já acabou], na revista Atlântico [já fechou] e no respectivo blogue [ainda existe]; convidaram-me para fazer comentário político no Rádio Clube Português , meti-me na política, fui convidado pelo Nuno Artur Silva [das Produções Fictícias] para fazer um comentário-vídeo na Net sobre futebol [À lei da bola] e agora para o Eixo do Mal [vai substituir José Júdice a partir de Setembro].” Em pouco mais de seis meses, passou de ilustre desconhecido a vedeta do Jornal das Nove da SIC Notícias, onde esteve esta semana a comentar o Pontal, a ausência de Ferreira Leite, e o rumo do PSD. E a fazer o que gosta. Haveria muito mais a dizer sobre isso e sobre ele, mas não há espaço. Fica para a próxima. Vai haver muitas ocasiões para falar de Pedro Marques Lopes.

Pois vai. E parece-me interessante que se fale. Não da pessoa, concreta, mas do modo como estas pessoas, em geral, assumem actualmente o espaço mediático. Liberal, abortista e ateu, com um bónus: o de aceitar plenamente os casamentos gay. Portanto, todo o caminho livre, para a máxima exposição mediática.

Sinais dos tempos, sem dúvida.

Publicado por josé 21:55:00  

10 Comments:

  1. Tino said...
    Como dizia o meu santo Pai que Deus tem, este Pedro Marques Lopes está tão cheio de orgulho que «não lhe cabe um feijão no cu».

    Tirando aquele permanente sorrisinho impante, ainda não vi sair nada debaixo daquela tão luzida careca.
    A.Teixeira said...
    Também assisti e o que mais apreciei em Pedro Marques Lopes foi a desenvoltura com que ele se dirigia ao "Mário", tratamento que soava tão "afinado" quanto o de uma tecla solta num teclado de piano...
    josé said...
    É isso mesmo: o tal Pedro é um tipo desenvolto. Não me lembrei do adjectivo...

    Sinais dos tempos.
    lusitânea said...
    A direita tem que implementar um serviço de certificação.É que me parece que tudo que seja mais do que BE é de direita... e eu tenho alguma dificuldade de ver direita em Portugal.Ateus, laicos,abortistas,liberais,a favor de casamentos gays e alguns mata frades é fraude de mais...para se dizerem de direita.Caramba onde andará o lema Deus, pátria e família?
    lusitânea said...
    A direita tem que implementar um serviço de certificação.É que me parece que tudo que seja mais do que BE é de direita... e eu tenho alguma dificuldade de ver direita em Portugal.Ateus, laicos,abortistas,liberais,a favor de casamentos gays e alguns mata frades é fraude de mais...para se dizerem de direita.Caramba onde andará o lema Deus, pátria e família?
    lusitânea said...
    A direita tem que implementar um serviço de certificação.É que me parece que tudo que seja mais do que BE é de direita... e eu tenho alguma dificuldade de ver direita em Portugal.Ateus, laicos,abortistas,liberais,a favor de casamentos gays e alguns mata frades é fraude de mais...para se dizerem de direita.Caramba onde andará o lema Deus, pátria e família?
    KILAS said...
    Não sei explicar porquê...

    Mas, para mim, o dito ficaria melhor na ala do PS..., a ver se me entendem...
    Horácio said...
    " de modos evidentemente portistas" Porquê? Não se queixou da arbitragem?
    maloud said...
    Mas que modos são esses? Eu sou portista e não me revejo no dito senhor.
    E já agora, podia-se fazer uma petição para o regresso do José Júdice ao Eixo do Mal. Com este rotundo futeboleiro aquilo perdeu toda a graça.
    A said...
    Ele pode ser portista mas Portuense não é. Para estar mesmo mesmo na moda não terá ele também o supremo atributo: o de ser gay?
    É que o riso dele faz-lhe fechar os olhos e no entretanto não vê o que passa à volta.

Post a Comment