A festa e a farsa

Ontem, era o PCP. "Os do costume", no dizer do primeiro ministro. Hoje, depois de reflectir no efeito da frase, perante os manifestantes na escola da Covilhã, já é "a festa da democracia".

Há coisas fantásticas... Não há?

Publicado por josé 20:06:00  

10 Comments:

  1. Há do que said...
    Há coisas fantásticas... Não há?

    Ao menos ponham três gajas boas, que sempre aliviam as tristezas dum homem!
    Cáspite!
    josé said...
    digita "gajas boas" no google.
    Vais ter aqui a este sítio

    Depois, é só escolher.

    Francamente.
    josé said...
    Mas concordo numa coisa: estes acontecimentos recentes são uma tristeza. De facto.
    zazie said...
    O que eu gostei foi do "francamente"
    ehehehhe
    josé said...
    Pois. Não havia nem há necessidade...
    Há do que said...
    trrim trrim...

    Realmente cada vez me rendo mais à sua vasta cultura, José. Muitas coisas boas se aprendem consigo!
    Luis said...
    Este 1º ministro cada dia que passa está mais parecido com o antigo ditador de Santa Comba Dão. Embora lhe faltem a integridade e a visão de estado que apesar de tudo o outro tinha.
    Alexandre Lagoa said...
    você considera íntegro andar a comer a aia às escondidas?

    eu não...
    Luis said...
    Alexandre, eu não gosto nem um bocadinho de Salazar mas não me diga que você "come" as "fêmeas" que "come" na praça pública, no meio do bulício e da gente que passa. Ele "comia" a governanta às "escondidas" como mais ou menos toda a gente faz.
    Alexandre Lagoa said...
    só a sua resposta já valeu a pena o meu comentário idiota :)

Post a Comment