uma sugestão

Ainda vai a tempo, que o sol ainda não se pôs - Eu, se fosse ao Procurador João Guerra, mandava a correr um cartãozinho de agradecimento ao Dr. Mário Soares pelo comovente discurso de ontem à noite a requalificar a tese da cabala. Priceless.

Publicado por Manuel 17:27:00  

4 Comments:

  1. Carlos Medina Ribeiro said...
    Não era por acaso que os contos populares tradicionais referiam, frequentemente, a figura do rei (ou do sultão) que se disfarçava para, misturando-se com o povo, saber a verdade e o que pensavam dele.

    De facto, uma das coisas mais dramáticas que sucede com certas pessoas (políticos, dirigentes de futebol, etc) é a total incapacidade de se verem de fora, aperceberem-se de como os outros os vêem.

    No caso das presidenciais, foi óbvio que Mário Soares andava noutra galáxia.
    Com esta história da cabala, revela que ainda por lá anda...
    Tiago Carneiro said...
    Parabéns pelo blog. Como o Balbino diz: estamos a fazer um bom trabalho.

    Continuem esta luta por Portugal

    Abraço
    Tiago
    http://democraciaemportugal.blogspot.com
    Miguel Abrantes said...
    Se não foi cabala, o que é que foi?

    Porque é que certas testemunhas (gente com cadastro) desapareceram?

    Porque é que o Dr. José António Barreiros abandonou a "causa"?
    Carlos Medina Ribeiro said...
    E aí temos, de novo, o Regimento de CaBalaria - como se pronuncia na minha terra, lá para o Norte...

    *
    Nota curiosa:

    Como se sabe, o livro «Contos Proibidos - Memórias de um PS desconhecido», de Rui Mateus, está esgotado. Em condições normais, seria reeditado, mas tal nunca sucedeu.
    Fiz, pois, um pesquisa na internet, onde me deparei com algumas curiosidades:

    A Amazon refere-o, mas diz que está esgotado.
    O Alfarrabista.com (que tem 500 mil títulos), não o tem.
    Há um endereço que era suposto disponibilizar uma versão em PDF, mas vai dar a um endereço inexistente.
    A Media Books diz que o tem, refere até o preço (não chega a €18), mas, quando se clica em "encomendar", a página dá ERRO.

    Isso, sim - é que parece uma cabala! Se o é, tem, pelo menos, o mérito de ser bem feita!

Post a Comment