Isto tá mesmo bonito


Agostinho Branquinho, que neste momento é deputado do PSD, instou a Entidade Reguladora da Comunicação a "investigar os registos de chamadas entre os telemóveis dos assessores do primeiro-ministro e dos coordenadores dos principais noticiários da RTP durante o mês de Agosto. Está aí, garante o deputado do PSD, a prova da tentativa de manipulação do Governo sobre a televisão pública, que Branquinho denunciou".

Em declarações ao Expresso Agostinho Branquinho, que neste momento é deputado do PSD, afirma: "As ingerências foram feitas através de telefonemas e, portanto, existem hoje mecanismos para se poder averiguar se esses telefonemas existiram ou não. Se escolherem o mês de Agosto, logo se verificará se houve ou não telefonemas dos senhores assessores do primeiro-ministro para o canal público de televisão e se esses telefonemas foram ou não recebidos por profissionais do serviço público de televisão”, acrescentou.

Ou seja, Agostinho Branquinho, que neste momento é deputado do PSD, considera que uma entidade administrativa pode investigar a facturação detalhada de um telemóvel. Tudo de uma forma simples, fácil e eficaz. Agostinho Branquinho, recorde-se, é deputado do PSD.

Bibliografia

Publicado por Carlos 00:50:00  

12 Comments:

  1. Coutinho Ribeiro said...
    ?!?!?!?
    Carlos said...
    Que se passa?
    Coutinho Ribeiro said...
    Ainda estou a digerir. E a ERC também pode ordenar escutas? :-)
    Carlos said...
    Às tantas....o melhor é perguntar ao A Branquinho. Ele deve saber
    hefastion said...
    Nem comento o disparate cometido por A Branquinho...

    Mas a talhe de foice o que dizer de magistrados que, porque em comissão de serviço, a exercerem funções administrativas no aparelho do Estado, no âmbito dos seus poderes de gestão (e fora da acção disciplinar) vangloriam-se perante os seus subalternos que são detentores da acção penal e detêm poderes de investigação?

    Será que são 2 em 1?
    Paulo Sempre said...
    Há políticos "levados da breca".

    Olhe, tive conhecimento deste Blogue através da revista "VISÃO" (última edição). Agora vou vir sempre aqui, posso?
    Abraço
    Paulo
    Guida do Pino said...
    Se eu percebo bem, um Deputado da Nação, que foi eleito democraticamente, que representa uma parte do povo, que tem, entre outras, as funções de inspeccionar as acções governativas, não pode pedir uma investigação ao Governo.

    Um Juiz, que é Juiz sabe Deus porquê (veja-se o caso dos Juizes que andam aí pelo futebol, onde tudo se nota muito), um Juiz pode...

    O que é que estará mal?
    josé said...
    Paulo Sempre:

    Que é que dizia a Visão "deste blog"?

    Vi o seu blog sobre os Filhos de um Deus menor. Criminalística? Curiosidade?

    Achei bem.
    naoseiquenome usar said...
    Ora aí está! O nosso legislador no seu melhor!
    Ou seja: mude-se a Lei (ele só não sabia ainda é que era preciso mudá-la :)

    Ou então é apenas um problema de "expressão". Ele teria querido dizer que a ERC podia desencadear os mecanismos tendentes a, junto dos órgãos competentes, tudo numa perspectiva de saudável colaboração inter-institucional :)
    Politikos said...
    As «entidades administrativas» pelo menos averiguavam as coisas num ápice e se calhar o teor das mesmas não ia parar aos jornais...
    Josefa Pacheca Pereira said...
    Boa tarde, bom domingo.
    Arrebenta said...
    O Chupa-Cabras

    Dedicado à Lucy


    O Chupa-Cabras faz parte do imaginário do Novo Mundo. O Chupa Cabras ataca de noite, pelas costas, e vai directo às tripas. Depois de deixar as vítimas a estrebuchar, no chão, esvaídas em sangue, em agonia, mas ainda vivas, o Chupa Cabras passa à vítima seguinte. O Chupa-Cabras não mata para se alimentar: o Chupa-Cabras mata por matar, por tédio, porque lhe dá pura tesão mental, e -- só deus saberá... -- se não também da outra...

    Acabou o Diogo Vaz Pinto de nos informar que a moribunda Europa deu a bunda e também aí fez uma parceria M.I.T. com o Novo Mundo.
    O Chupa-Cabras já anda aí.

    Estamos, mais objectivamente, a falar do Congresso do P.S. O Chupa-Cabras que os dirige acabou de assacar outra quase unanimidade, e nós passámos a saber todos que o Inimigo deixou de ser um homem e passou a ser um Quadrante Político inteiro. Portugal está invadido por Chupa-Cabras e por Chupa-Cabras sombra, gentes numa faixa etária surpreendente, que me chegou, ontem, poder ser a dos vinte anos, e que só sonhava com esta deixa para se poder tornar em pequenos sócrates locais, e praticar, em seu redor o mais puro chupa-cabrismo.

    Entrámos na Era Chupacábrica, com duas vozes dissonantes, claro, para a coisa não parecer fabricada: o Chupa-Gargalos, Manuel Alegre -- e eu ia agora dizer Chupa-Bucetas, por causa da rima, mas como não é verdade, desta vez, sacrifico a rima à verdade -- e digo, um rumor de oposição, que fez o pleno com o Chupa-Gargalos e a Chupa-Barracas, Roseta.

    País de merda.

Post a Comment