A tragédia continua...
O outro relatório Constâncio Parte II

No último ano, o governo do Eng. Sócrates, criou um falso excedente na segurança social.

Em 2005, o Estado dotou no orçamento a transferência de 4.408 milhões de euros a favor da segurança social. Algo que surge na conta geral do Estado como despesa e do lado do orçamento da segurança social como uma suposta receita. Um crescimento das chamadas transferências correntes face a 2004 de 16,52 %.
A : Sem as transferências correntes, em 2005 a segurança social teria apresentado um défice de 4.222 milhões de euros e não um excedente de 182 milhoes de euros.
B : Se o Estado tivesse aumentado em 2005 as transferencias correntes na percentagem que aumentaram as receitas fruto das contribuições, o sistema teria fechado o ano com um défice 1.363 milhões de euros.
C : Nos últimos 5 anos, o Orçamento Geral de Estado criou "falsas receitas" num montante de 13.200 milhões de euros no orçamento da segurança social.

Publicado por António Duarte 16:40:00  

3 Comments:

  1. sniper said...
    Não sou jurista, mas neste blog há um muito bom. Deve haver uma lei qualquer para mandar esta gente para a cadeia. Isto é pura vigarice, incompetência e má fé.
    Fernando Martins said...
    Se calhar o nosso país desistiu de existir...
    maloud said...
    Cadeia?! E donde vinha o dinheiro para a construção das cadeias? As que há não chegam.

Post a Comment