PTgate

A SIC/Notícias está a avançar que terá sido afinal a própria PT a enviar dados 'a mais' ao MP. Ora, será crível pensar que o método de envio adoptado pela PT tenha sido especial neste processo concreto ? Será ? Não será lícito pensar que este foi apenas um caso, entre muitos, exemplar do amadorismo e da (falta de) sofisticação tecnológica da PT, essa empresa que se arvora a usar o hino como campanha publicitária? Culpados da incúria da PT, que não sabe proteger os dados e a privacidade dos seus clientes? Souto Moura e a equipa de João Guerra, naturalmente... Não há pachorra!

Publicado por Manuel 21:03:00  

9 Comments:

  1. colombo said...
    Não será mais uma notícia falsa? para remediar outra falsidade?
    lv said...
    E o que é que aquela informaçao estava a fazer no processo e porque nao foi destruída?

    Estao a deitar as culpas à PT das disquetes estarem disponíveis a quem as quisesse ver?
    lv said...
    É que mesmo que isso seja verdade, como é que a equipa de investigaçao e o juiz nao garante a privacidade de facturas e nºs de telefones, etc, etc, permitindo que sejam consultadas??!!

    É demasiado ridiculo e incompetente, nao?
    Cardeal said...
    Agora a culpa é do filtro de Excel... Só falta dizer que a culpa é do Bill Gates, já agora!
    Há 2 questões importantes que falta averiguar mas das quais ninguém fala:
    1 - Quem foi que pediu as disquetes?
    ( Dizer que foi o Tribunal é extremamente vago... )
    2 - Por que motivo é que a PT cria um ficheiro com dados telefónicos das mais altas individualidades do Estado?
    Shrew said...
    Será que os agentes sabem usar o computador, os que tem mais de 40 anos??
    Galo said...
    Não seja tão inocentes, por favor. Vejam a quem interesa esta manchete.
    xatoo said...
    é a ressaca da Cabala
    vmga said...
    Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
    vmga said...
    Este post é uma espelho do estado actual da justiça e, se quisermos, da nossa sociedade. Tenta-se sempre justificar os nossos erros com os erros dos outros.

Post a Comment