Hamas ou não amas, eis a questão

Um acervo que recupera a história do partido Hamas, compaginado com a democracia e a abertura ao diálogo, a ponto de realizar os seus comícios eleitorais no interior dos autocarros, cafés e discotecas israelitas.

Publicado por Nino 21:38:00  

2 Comments:

  1. esgoto said...
    tá bem...pronto! ganharam os maus.
    Cardeal said...
    3185 palestinos mortos por forças israelitas em 5 anos... será esse número apenas uma estatística?
    Por favor, que não se vejam as coisas apenas de um dos lados da barricada.

Post a Comment