'a culpa é do povo'

não sei se fará alguém feliz, mas alguns dos nossos problemas, do nosso défice de participação democrática, da falta de qualidade da nossa democracia e dos seus agentes, não são drama exclusivo nosso. Para ler, e meditar, aqui.

Publicado por Manuel 14:40:00  

9 Comments:

  1. Anónimo said...
    É assim em todo o lado, os políticos são o espelho do povo e vice-versa.
    GS said...
    a abordagem talvez deva ser outra: é para ficar infeliz sim, porque enquanto outros, ditos terceiro-mundistas, mal ou bem, reagem, gritam, fazem alguma coisa para mudar o status quo (mesmo que acabe tudo em pizza), aqui nem sequer imprensa ou MP fazem o que quer que seja. Fechamos TODOS os olhos ao nosso drama.
    Tonibler said...
    Ainda não nasceu o político que será melhor que o seu antecessor. Isto é válido em todo o lado.

    Para nós é pior porque alguém um dia (com enorme apoio popular, diga-se) definiu que todo aquele que não viva de lamber botas é incompatível. O que significa que a escolha que se apresenta ao povo é entre quem melhor lambe botas.

    Em todo o mundo, político é um conceito próximo de trafulha. Cá é lei!
    Anónimo said...
    É preciso ser muito provinciano para fazer generalizações tão bacocas como estas.
    Tonibler said...
    Provinciano é o país onde alguém chega a primeiro-ministro sem nunca ter feito nada na vida.
    Anónimo said...
    Supõe-se pelo nick usado que o tonibler daqui se julgue mais habilitado que o resto do mundo para exercer as funções de primeiro ministro. Boa sorte e votos de boa consulta no psiquiatra.
    Ah, só falta um pormenorzinho... ganhar eleições...
    Tonibler said...
    Oh anónimo, melhor que o mundo todo não sou. Melhor que o Sócrates sou de certeza absoluta.

    E o que questionava era o sistema político que fazia de sujeitos que nunca fizeram nada de útil na vida, como o Sócrates, o Guterres ou o Santana Lopes, primeiros ministos.
    Anónimo said...
    Dos três que citou, dois deles tiveram pelo menos o mérito de ganhar eleições.
    Para provar essa sua superioridade basta-lhe fazer o mesmo...

    O conceito será difícil de entender, mas procure no Dicionário, em D - Democracia.
    Tonibler said...
    Se todos os outros forem incompatíveis com a actividade política, uma aposta como ganho com 100%...

    Falas como se todo o cidadão tivesse condições práticas de se candidatar e não tem. E o que define essas condições práticas é a lei

Post a Comment