a direita grunge

simplista, e demagógico mas absolutamente pertinente. João Morgado Fernandes, num momento avulso de rara lucidez, expõe e topa a catraiada do novo Bloco de Direita em gestação. Orfãos do portismo, imaculados e sem culpa alguma do que seja, "comentam", esforçam-se por aparecer - basta-lhes aparecer - e perorar sobre a agenda, por estes dias é aliás chique afirmar-se "liberal"... e, como a malta do BE, vestem bem e bebem ainda melhor. Falta-lhes apenas o essencial, uma linha de rumo e um projecto concreto para Portugal. Mais do que servirem para mudar alguma coisa não passam de reles figurantes que apenas servem para justificar o status-quo, também nunca quiseram ser mais do que isso... Depois da Esquerda Caviar só faltava mesmo a Direita Grunge.
.

Publicado por Manuel 14:06:00  

2 Comments:

  1. LusoFin_oBlog said...
    hum... o Caro Manuel está a tentar imitar os autores de livros de gestão que a cada livro ou artigo lançam novas buzzwords para o ar para ver se pegam? Esta foi bem apanhada. E o linque trouxe-me memórias deliciosas da adolescência...
    Anónimo said...
    Hi #NAME#. Just found your site via fragrance. Although I was looking for fragrance I was glad i came upon your site. Thanks for the read!

Post a Comment