DA SARJETA Como previ há dias, Santana Lopes já está confortavelmente instalado na sarjeta. Ontem, rodeado de cerca de mil minhotas, Lopes não resistiu ao seu impulso maior, o de vedeta de "revistas do coração". Apesar da localização do evento, a coisa ressumou "américa latina" por todos os poros. Só faltaram os fadistas marialvas do PPM para o ramalhete ser perfeito. Uma "doméstica" não resistiu a expôr a "natureza sedutora" daquele homem. E uma "funcionária pública" jurou que "ele ainda é do tempo em que os homens escolhiam as mulheres para suas companheiras". Terminou, espera-se que a pensar no marido, dizendo que "bem haja os homens que amam as mulheres". Lopes, babado e inspirado por aquela corte de indigentes, "avisou" que "não quer fazer chicana política". Mas lá foi deixando cair que "estes colos sabem bem", presumivelmente os das minhotas, e que "o outro candidato tem outros colos". Esta nota de tão intenso bom gosto diz tudo acerca do carácter do personagem. Estaria ele porventura a lembrar-se do "colo" do dr. Portas sem o qual não estaria onde presentemente está? Sabemos o que a sua campanha, não por acaso "tropical", anda por aí a espalhar miseravelmente. Sabemos que, na vertigem do afundamento anunciado, vai valer tudo. Com uma clareza cristalina, excitada pelo ambiente cobarde de aviário em que se encontrava, a natureza reles do argumentário populista de Santana Lopes veio naturalmente à superfície. É para isto que os tolos e alguns comentadores querem os "debates"? Acham mesmo que há alguma coisa séria na cabeça do ainda primeiro-ministro para "debater"?

in Portugal dos Pequeninos

Publicado por Manuel 17:20:00  

5 Comments:

  1. Saint Jakob said...
    Venerável Irmão Manuel:
    Dar guarida a este comentário miserável é indigno desta Grande Loja.
    É indigno até de si, me parece...
    A vergonhosa deturpação dos factos que a ASL fez no seu artigo já foi bastante comentada no Blasfémias.
    A vergonhosa repetição dessa indignidade pelo pequeno autor deste texto é propria de um individuo que está tresloucado de ódio a PSL.

    Vê-lo a si a perpetuar esta tentativa de reles chicana choca-me em demasia... é assim que um gajo que se arma em virgem pura, o único a preocupar-se com o futuro do Pais, vai contribuindo (não inocentemente, claro) para a perpetuação dos boatos mais despreziveis... a sua campanha reduz-se agora a distorcer tudo o que o PSL diz, insinuando ao mesmo tempo que é ele que esta a divulgar boatos...
    Se você desse a cara pelo que escreve (e copia) havia de ver o que a ASL e o pequenino do Portugal dos muitos iguais a ele fariam para deturpar as suas palavras...


    Pensando bem, você ja sabe o que eles fariam... afinal você é especialista desse tipo de manobras...
    Manuel said...
    Sobre a indignidade...

    Deturpação ?! Não seja sarcástico. Esteve lá ? Ouviu o que disse o Luís (Menezes) aos guinchos ? Também foi outro facto mal interpretado ? Numa campanha coreografada ao milímetro há tudo menos um equivoco. Isto ocorre no dia seguinte ao PSD ter introduzido como tema de campanha o profundíssimo e relevantíssimo tema do casamento dos homosexuais. Está a ser hipervalorizado ? Estará, quem com ferros mata e com o fogo brinca...

    Não há qualquer tentativa de perpetuar qualquer chicana, há isso sim uma chamada voluntária e intencional de atenção para a vacuidade e nihismo inerentes à estratégia de campanha do PSD. Quanto ao alegado ódio ao Dr. Lopes, acalme-se, não é ódio, é desprezo e dó, sobretudo dó.

    Diz você... "Vê-lo a si a perpetuar esta tentativa de reles chicana choca-me em demasia... é assim que um gajo que se arma em virgem pura, o único a preocupar-se com o futuro do Pais, vai contribuindo (não inocentemente, claro) para a perpetuação dos boatos mais despreziveis... a sua campanha reduz-se agora a distorcer tudo o que o PSL diz, insinuando ao mesmo tempo que é ele que esta a divulgar boatos..." A mim também me choca em demasia a sua tentativa de branqueamento, por acção e omissão, o seu "conformismo" e pragmatismo. felizmente estamos em democracia, não ?

    Eu dou a pena, que não o nome, pelo que escrevo, que vale rigorosamente, só e apenas, por isso, o que sobra são as palavras. Não há, propositadamente, um nome, um apelido, um cargo, um qualquer selo de garantia que não seja o que está, e tem estado, estritamente bem ou mal-escrito, e no entanto você lê, e volta a ler... Não tenho qualquer pretensão de apresentar Verdade absoluta, espero apenas pôr as pessoas a pensar, mais nada. E, já agora, se há tema onde há uma coerência, coerência sabe o que é ?, absoluta é na qualificação do "valor" do dr. Lopes, deste o primeiro momento deste humilde espaço de reflexão.

    Quanto ao saber ou deixar de saber o que fariam terceiros, não seja modesto, à sua beira sou um menino de coro, e assim espero continuar.

    Com os melhores cumprimentos, continuação de bom fim de semana.
    Saint Jakob said...
    Venerável Irmão Manuel:
    Agradeço-lhe a resposta. Três comentários, no entanto, se mos permite...

    1) Não estava a falar dos alegados (por si) 'guinchos' do LFM. Não estive lá, como você bem sabe, e por isso só pude comentar na base da famosa notícia de 'O Publico' e daquele texto indescritível da Sa Lopes...
    2) Vinha de ter lido (com muita atenção... como se fora uma coruja, ah!ah!...) as duas discussões que iam pelos comentários a 2 posts do Blasfémias. Pareceu-me claro (e agora, tendo relido a notícia e o dito indescritivel texto, parece-me ainda mais claro) que a ASL INTENCIONALMENTE deturpou o que aconteceu para extrair o efeito 'jornalístico' que pretendeu... Ela nem escreve mal mas devia esforçar-se mais por disfarçar que está a fazer jornalismo de recados...
    3) Entre a dó, que você sente, e o ódio (que, conceda-me esta, outros então sentirão...) distam 3 letrinhas apenas (o mesmo número com que se escreve a palavra mãe... se você me perdoar este 'non-sequitur'...). veja lá, não se confunda...

    O ponto que me indignou foi o seguinte: PSL aludiu ao facto de toda a imprensa andar com o Sócrates ao colo. Nem é coisa muito chocante, há mais quem diga o mesmo, diz-se também do Sampaio, já se dizia do Guterres, também se diz do Bloco de Esquerda, etc etc etc.

    A propósito de uma observação (não pública) aludindo à protecção (a que até você, por exemplo, se referiu) com que a imprensa tem protegido o Sócrates, está-se agora a inventar uma cabala gigantesca, insinuando que o PSL quer degradar o nível desta campanha (bastante fracota aliás, no que concordo com o teor de um seu post subsequente) insinuando coisas indescritíveis àcerca das opções sexuais do líder do PS... Simultâneamente NÃO se vão descrevendo as putativas insinuações, sugere-se um comportamento indigno do Primeiro-Ministro e, na practica, perpetua-se o boato...

    Chiça! Ja ninguém pode dizer nada nesta campanha sem ser acusado (aliás: nunca é acusado, é sempre insinuado que se sujeita a ser acusado...........) de estar a fazer alusões à vida privada dos adversários?


    A sua repetição de um post do português pequenino, que repetia uma deturpação da ASL, não contribuiu para a elevação desta (fracota, já o disse) campanha...

    Um excelente resto de fim-de-semana para si também, Venerabilíssimo Irmão.
    Como 'eles' dizem: 'I look forward to' continuar a lê-lo e comentá-lo...
    João Gonçalves said...
    Ignoro quem seja o patriota que se esconde por detrás do nick Saint Jakob.Acerca das suas profundas considerações, direi apenas o seguinte:
    1. Escrevi o post em apreço antes de ter lido o artigo da Ana Sá Lopes. Mesmo que assim não tivesse acontecido, não me parece uma ignomínia partilharmos sensivelmente a mesma posição sobre a matéria. Antes com ela do que consigo, SJ.
    2. Em relação ao chamado "fundo" da questão, tudo se resume à pergunta primordial:o cidadão eleitor acha que é bom para o país, para o PSD e para o próprio, que PSL continue a exercer o cargo de chefe do Executivo? SJ tem todo o direito a responder "sim", sem nenhuma necessidade de se atirar logo de bruços para a sarjeta
    3. A "sarjeta" é apenas uma metáfora, coisa que qualquer explicador de meninas de liceu lhe ensinaria em cinco minutos. Se SJ acha que PSL tem andado por aí a "debater" ideias e a apresentar o seu "programa", faça o favor de nos dizer qual é o canal de televisão onde isso passa.
    4. SJ, por fim, faz justiça ao lema do meu blogue. Ele quer "respeitinho", do verdadeiro, do "pequenino". Nós não. É apenas essa a diferença. João Gonçalves
    zazie said...
    Então o JP e o Manel talvez sejam capazes de me elucidar.
    Como foi. Ele gritou estas coisas todas do palco para a multidão de tontinhas excitadas ou fez uma confissão à saída a um jornalista?

    È só isto. Porque não gosto de fretes.

    E. se quiserem, podem ler o que escrevi aqui:
    http://radicaispelaetica.blogspot.com/

Post a Comment